O Google Stadia, plataforma de games por streaming do Google, é oficial. Com ela, a gigante de Mountain View quer entrar pela porta da frente nesse segmento, permitindo ao gamer o uso dos jogos a partir de qualquer tela (TV, computador e smartphone), graças ao serviço na nuvem.

Com o passar do tempo, vamos eliminando algumas dúvidas pendentes sobre o serviço. E uma delas (levantada pelos usuários que priorizam a mobilidade) é: como o Google Stadia pode afetar a tarifa de dados móveis?

 

 

9 GB de dados em Full HD HDR… OUCH!

 

 

Para usar o Google Stadia, há uma série de requisitos, como uma velocidade de conexão mínima de 10 Mbps para qualquer jogo com resolução HD (720p) a 60 FPS, e 20 Mbps para jogos em Full HD (1080p) HDR a 60 FPS com som 5.1. Já o Stadia Pro pede 35 Mbps para jogos em 4K HDR.

Na teoria, os números são claros, mas… o quanto isso significa em termos de consumo?

Na prática, se você tem um plano de dados limitado, os números significam “tenha muito cuidado”. A transmissão em 720p dos jogos resulta em um consumo de 4.5 GB; a transmissão em 1080p tem um consumo de 9 GB, enquanto que a transmissão em 4K alcança 15.75 GB (todos os números por hora). Ou seja, o jogo em 4K pode consumir 1 TB de dados em 65 horas.

Já o consumo de 1 TB de dados a 1080p @ 60 FPS seria concluído em 113 horas com o Google Stadia. Some essa quantidade de dados aos GB consumidos para usar o smartphone em outras tarefas, e rapidamente você começa a pensar em um plano de dados móveis ilimitados (algo bem difícil de encontrar no Brasil).

Obviamente, essa é apenas uma estimativa de consumo baseada no bitrate mínimo. É preciso esperar o mês de novembro chegar para conferir o consumo real de dados, especialmente se levarmos em consideração que o Google já advertiu que a ideia é que todas as transmissões de jogos aconteçam a 60 FPS.

 

Via PCGamer