As falhas nas unidades de review do Galaxy Fold resultaram em uma enorme dor de cabeça da Samsung, e isso fez com que a empresa adiasse a chegada do produto ao mercado. Agora, está oficialmente confirmado que não há uma previsão para o telefone dobrável ser entregue aos seus primeiros compradores.

O desafio de design maiúsculo que o produto oferece agora se transformou em corrida contra o tempo. Se a Samsung não entregar o Galaxy Fold aos seus primeiros compradores até 31 de maio, a compra será automaticamente cancelada, e o valor pago será devolvido ao cliente.

Tudo isso indica que o produto ainda não está pronto para chegar ao mercado em sua segunda data pré-programada para o lançamento. E o problema não afeta apenas a Samsung, mas toda uma indústria que quer impulsionar novas tecnologias, instalando a desconfiança no consumidor.

 

 

Galaxy Fold vai chegar ao mercado mais cedo do que você imagina

 

Porém, nem tudo se converte em más notícias para a Samsung, e parece que apareceu uma luz no fim do túnel para o Galaxy Fold (e que não é o trem vindo na direção contrária, de forma quase surpreendente).

Dj Koh, CEO da Samsung, deu recentes declarações que a empresa encontrou o motivo para os problemas na tela do Galaxy Fold, mas foi evasivo na declaração com “um defeito causado por substâncias”, mas sem entrar em detalhes se tais substâncias são externas (entrada de poeira ou micro partículas) ou internas (película que reveste a tela, mecanismo de engrenagens no ponto de dobra, etc).

Vale lembrar que os analistas que chegaram a testar o Galaxy Fold conseguiram detectar a entrada de uma ínfima partícula de poeira nos pontos de dobra do dispositivo nos cantos, e isso conseguia arruinar a tela como um todo. Já outras unidades acabaram danificadas pela remoção da capa plástica em cima da tela.

Koh reforça que saberemos em breve quando vai acontecer o lançamento do Galaxy Fold, e que isso pode acontecer mais cedo do que pensamos.

Vamos aguardar.

 

Via Reuters, Korea Herald