Compartilhe

Microsoft e Nintendo surpreenderam muita gente quando na Gamescom 2019 com o anúncio de vários jogos até agora exclusivos do Xbox que vão chegar em breve ao Nintendo Switch. Porém, a gigante de Redmond joga um balde de água fria ao confirmar que estes serão os últimos jogos que veremos fora de sua exclusividade.

Um porta-voz da Microsoft falou em comunicado que, no futuro, os novos estúdios vão centrar esforços na criação de jogos para as plataformas da casa, e que não existem planos para expandir os jogos exclusivos ou de desenvolvimento próprio para outros consoles.

 

 

Microsoft valorizando o que é seu para segurar gamers no Xbox

 

 

A decisão é quase inevitável, uma vez que o jogo cruzado entre as plataformas, a chegada das novas plataformas de streaming (aka Google Stadia) ou as propostas de algumas desenvolvedoras podem provocar um êxodo de usuários de consoles.

Dessa forma, a Microsoft aproveita a sua aposta nos pequenos estúdios que fazem parte do Xbox Game Studios (são mais de 15 empresas), que estão lançando ou devem lançar em breve alguns dos seus jogos no Nintendo Switch.

Além disso, tudo indica que esta nova política não deve afetar outros acordos ou parcerias entre as marcas, como a recente inclusão de Banjo-Kazooie, de propriedade da Microsoft, no já clássico Super Smash Bros. da Nintendo.

E ainda que muitos tentem indicar que as gigantes dos videogames estão caindo em contradição com as últimas declarações, apoiando e promovendo o jogo cruzado, fato é que estamos diante de duas práticas totalmente independentes. A própria Microsoft ratifica que “seguimos acreditando profundamente no jogo cruzado, e com a progressão dos jogos com a flexibilidade adequada para que os desenvolvedores obtenham uma experiência justa e divertida”.

Por fim, não podemos nos esquecer que, além do futuro Xbox Scarlett, a Microsoft também está trabalhando no seu próprio projeto multiplataforma, o Project xCloud, que levaria todos os seus títulos para os dispositivos móveis, Smart TVs e computadores. Uma plataforma que ultimamente está se reforçando com o serviço de assinatura de jogos da empresa, o Xbox Game Pass.

 

Via GamesIndustry.biz


Compartilhe