ESET recomenda verificar as permissões concedidas aos aplicativos | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia ESET recomenda verificar as permissões concedidas aos aplicativos | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | ESET recomenda verificar as permissões concedidas aos aplicativos

ESET recomenda verificar as permissões concedidas aos aplicativos

Compartilhe

 Outubro é um mês dedicado a campanhas que promovem a segurança da informação. Por isso que a ESET, uma empresa proativa de detecção de ameaças, destaca a importância de verificar frequentemente as permissões concedidas para os dispositivos móveis.

O app quer me ouvir e conhecer todos os meus amigos? A resposta é não, mas há muitas empresas interessadas em vender esses dados. Os aplicativos que mais abusam dessas permissões são os de lanterna, que solicitam informações de contato e acesso ao microfone, por exemplo.

Em 2013, a Federal Trade Commission (FTC) chamou a atenção de algumas empresas que atuam no monitoramento desses aplicativos, pois algumas dessas permissões não correspondiam à sua política de privacidade em relação aos dados coletados.

O problema foi que nenhum consentimento foi dado pelos usuários para que o app o coletasse os dados. Se os aplicativos divulgam as permissões e sua política de privacidade corresponde à coleta e uso de dados, então nós, os usuários, somos os únicos que devemos estar atentos e determinar se os dados coletados estão dentro de um contexto.

“Nos perguntamos quais são as permissões que os aplicativos precisam? Avaliamos se existe um relacionamento entre as permissões solicitadas e a funcionalidade oferecida por eles? Tentamos pelo menos ler as permissões? Infelizmente, a resposta é provavelmente ‘não’ e, na melhor das hipóteses, um simples ‘às vezes’”, diz Tony Anscombe, Evangelista de Segurança Global e Embaixador da Indústria da ESET.

A ESET recomenda ter em mente que ao fazer o download de um aplicativo, existem diversas opções disponíveis. Para demonstrar as diferenças entre aplicativos que fornecem funcionalidades semelhantes e as permissões solicitadas, os pesquisadores da empresa separaram em uma tabela, uma série de aplicativos de “economia de bateria” da loja do Google Play. Das cinco primeiras opções, compararam a quantidade de permissões pedidas na ordem em que apareceram:

Aplicativos com funcionalidade semelhante e as permissões solicitadas, resultado da pesquisa de “economia de bateria” na loja do Google Play.

Isso mostra como o número de permissões, tanto as principais como secundárias podem ser alteradas entre aplicativos que possuem funcionalidade aparentemente semelhante.

Para manter o controle e gerenciar os aplicativos de telefone, a ESET recomenda uma limpeza periódica. Reserve alguns minutos para desinstalar aplicativos não utilizados e verifique as permissões concedidas aos aplicativos que você deseja manter:

As permissões dos aplicativos ativados são verificadas na seção “Aplicativos e notificações” no menu “Configurações”. Procure o aplicativo e role para baixo até encontrar as permissões, analisando e desativando as que não forem consideradas necessárias.

Há também a possibilidade de verificar isso por função. Por exemplo, se você observar as permissões da câmera, poderá ver todos os aplicativos que possuem essa permissão e ativá-los / desativá-los de acordo com o seu interesse. Rejeitar certas permissões de um aplicativo não significa que ele não funcionará, apenas pode limitar a funcionalidade.

“Se os dados são realmente mais valiosos que o petróleo, é essencial entender o valor de nossos dados pessoais, pois as empresas serão motivadas a coletá-los para gerar renda. Nós, consumidores, devemos intensificar e participar do controle, ou pelo menos entender, os dados que comercializamos com as empresas para obter acesso aos seus serviços”, conclui Anscombe.

A ESET possui o portal #quenãoaconteca , com informações úteis para evitar que situações cotidianas afetem a privacidade online.

Para saber mais sobre segurança da informação, entre no portal de notícias da ESET: www.welivesecurity.com/br/2019/10/15/os-aplicativos-realmente-precisam-de-todas-as-permissoes-solicitadas/

Compartilhe