Compartilhe

O Surface Duo foi apresentado pela Microsoft mas não estava previsto a chegar ao mercado antes do final de 2020. Porém, a primeira unidade desse dispositivo foi vista em público em uma estação de trem de Vancouver (Canadá), o que pode indicar que o produto pode chegar ao mercado antes do tempo.

E com uma unidade do Surface Duo rodando por aí, alguém já deu uma olhada no produto, e compartilhou com o mundo as suas primeiras impressões sobre o mesmo.

 

 

O que acharam do Surface Duo nas primeiras impressões?

 

Você sabe do que eu estou falando. E se não sabe, vamos deixar você atualizado de forma muito breve.

O Surface Duo é a forma que a Microsoft encontrou para voltar ao segmento de smartphones, depois da desastrosa compra da Nokia e da tentativa de implementação do Windows Mobile. Ele é um dispositivo que fica no meio do caminho entre um celular e um tablet, com design de tela dupla que, com o advento do suporte ao 5G e as telas flexíveis, deve impulsionar a indústria de mobilidade em 2020 com novas tendências de formatos e formas de uso.

Brian Sozzi, editor do Yahoo Finance, teve a chance de testar o Surface Duo, e descreve que ficou “hipnotizado” quando viu o dispositivo ao vivo (podemos considerar aqui uma boa dose de exagero?). Já era sabido que Satya Nadella estava utilizando um protótipo do produto há muito tempo, mas esta era a primeira imagem pública do gadget além daquelas exibidas pela própria Microsoft.

 

Na imagem, vemos o dispositivo apresentado como um livro aberto e as duas telas independentes unidas por uma dobradiça de 360 graus. Ele não é pequeno, pois cada tela contaria com 5.6 polegadas, mas ainda assim é confortável para o uso com uma única mão. Mas só o produto final vai falar a verdade sobre esta ergonomia, uma vez que este modelo flagrado nas ruas ainda é um protótipo.

Também foi possível identificar algumas mudanças nesse Surface Duo das ruas de Vancouver com o modelo que a Microsoft apresentou no evento de imprensa em 2019. Uma dessas mudanças está na câmera frontal, que conta com um único sensor e flash LED. Não há imagens da parte traseira do produto, de modo que ficam dúvidas sobre o conjunto de câmeras traseiras integradas no modelo. De qualquer forma, podemos imaginar que teremos importantes melhorias na parte de fotografia desse produto.

Outra discreta, porém, perceptível mudança está na redução da espessura do chassi, algo que deve se refletir no peso final do produto. O modelo de Vancouver parece mais fino do que a versão apresentada no seu anúncio oficial.

Fora isso, não foram reveladas maiores informações. Alguns veículos de imprensa indicam que o Surface Duo vai receber um processador Snapdragon 855, chip topo de linha de 2019. Porém, quando o dispositivo chegar ao mercado, o Snapdragon 865 já será uma realidade. Logo, não podemos descartar a presença do novo processador nesse dispositivo. Também é importante lembrar que o suporte ao 5G também estará avançando, e é difícil de acreditar que a Microsoft vai ficar de fora da próxima geração de conectividade móvel.

No Surface Duo, o compromisso com o Android é evidente. Será o único Surface a contar com o sistema operacional do Google e o único hardware da Microsoft que não vai funcionar com o Windows. Por outro lado, ele está muito alinhado com a launcher da própria Microsoft, assim como todos os seus aplicativos e serviços.

Mesmo sem ser uma grande revolução ou materializar de fato o cumprimento da promessa feita por Satya Nadella (em retornar ao segmento de telefonia móvel quando a empresa pudesse oferecer um conceito inovador e diferente de tudo o que existe hoje no mercado), o Surface Duo pode ser uma boa forma para a Microsoft recomeçar. Vamos esperar pela sua versão final, que está prevista para chegar ao mercado no final de 2020.

Ou antes.


Compartilhe