Dicas para evitar ser um viciado em trabalho

Compartilhe

Para começar esse post, eu quero fazer uma pergunta: com o home office, você ficou com a impressão que está trabalhando mais do que antes?

Eu ano o home office, e defendo a prática com todas as minhas forças. O tempo que a prática me entrega para outras atividades na vida é enorme, além de uma melhor qualidade de vida em vários aspectos. Por outro lado, devo confessar que acabo com a sensação que trabalho mais do que deveria ou poderia, dentro das minhas condições.

Mas não posso reclamar. Foi a vida que escolhi, e nesse momento onde todos nós vivemos enormes dificuldades, é justamente o home office que está ajudando a me manter seguro e produtivo.

Por outro lado, muitas pessoas que estão trabalhando de forma remota acabam com a sensação que estão trabalhando ainda mais, ou trabalhando de mais. E muitos dentro desse grupo se reconheceram viciados em trabalho.

E trabalhar para pessoas assim pode ser um autêntico pesadelo.

 

 

 

Como encontrar um equilíbrio no home office

 

Ser uma pessoa centrada no trabalho não é algo tão ruim quanto parece. Pelo contrário: você se torna um bom profissional, se torna mais produtivo e entrega resultados melhores. Gostar do seu trabalho significa se esforçar mais para se tornar uma pessoa mais satisfeita com aquilo que consegue realizar dentro do âmbito profissional.

Por outro lado, passar cada hora do seu dia exclusivamente centrado no seu trabalho é para poucos. Isso nem é saudável para você, como não é saudável para qualquer um dos seus funcionários. As chances de você tornar a vida de todos um verdadeiro inferno são enormes.

Se você é uma dessas pessoas que precisa estabelecer uma separação clara entre as suas vidas profissional e pessoal, trabalhar para um chefe que é viciado em trabalho pode ser algo muito estressante, pois a tendência é que você sinta a necessidade de imitar os hábitos do seu chefe, incluindo ficar o tempo todo disponível para suas demandas.

É possível que essa pressão esteja acontecendo nesse momento na sua atividade profissional, e você nem esteja percebendo isso. Você acaba consultando o e-mail de trabalho constantemente, responde ao seu chefe no domingo à tarde e deixa de lado o filme com a família e filhos para terminar um relatório que só precisa ser entregue na semana que vem.

Se familiarizou com as situações do parágrafo anterior? Então… dê uma olhada no infográfico abaixo para conhecer 10 estratégias que podem impressionar um chefe que é viciado em trabalho, ao mesmo tempo que você evita ser igual a ele e, de quebra, mantendo o equilíbrio entre a sua vida laboral e pessoal.

 

Trabajar para un adicto al trabajo: 10 consejos para recuperar el equilibrio entre tu vida laboral y personal
Infografía ofrecida por Wrike – Software Para Trabajo En Equipo


Compartilhe