Devo desistir de comprar um iPhone?

Compartilhe

O iPhone é uma espécie de obsessão para muitos usuários de tecnologia. Vai muito além de ser um dispositivo para consumo de conteúdo, comunicação e produtividade, passando a ser um objeto de desejo, dependendo do perfil do usuário em questão.

E eu não estou aqui para criticar quem está doido para comprar um iPhone a todo custo, mesmo que isso custe deixar de pagar contas ou comer pelo menos cinco dias por semana. Cada um faz com o seu dinheiro o que quiser.

Mas o tempo é sempre o senhor da razão. E quando olho para os lados e vejo as demais opções disponíveis no mercado, entendo que cada vez menos se justifica o investimento em um smartphone tão caro, mesmo com toda a qualidade que ele entrega.

 

Motivos para desistir da compra de um iPhone

Não são poucos os motivos que justificam a desistência da compra de um iPhone neste momento, e aqueles que forem mais conscientes sobre a forma em como deve investir o seu dinheiro vai se identificar com os argumentos apresentados.

Para começar, o iPhone sempre foi conhecido por sua enorme qualidade fotográfica. Porém, é inegável que atualmente existem smartphones com câmeras superiores em resolução, funções e tecnologia avançada.

Os modelos Galaxy Ultra da Samsung e Pixel 8 Pro do Google são apenas dois exemplos de smartphones que são superiores ao iPhone nos aspectos fotográficos, principalmente por causa dos recursos de IA integrados nesses telefones.

A falta de opções de personalização nos iPhones é uma desvantagem significativa em comparação com os dispositivos Android. O iOS melhorou bastante neste aspecto nos últimos anos, mas não chega perto da flexibilidade que o Android sempre ofereceu.

A diversidade de escolhas para adaptar o telefone ao gosto pessoal é uma vantagem eterna do Android, e a dificuldade em realizar o root no iPhone aumenta ainda mais essa limitação.

A política restritiva da Apple em relação à instalação de aplicativos fora da App Store é uma desvantagem do iPhone. Algo que pode mudar com o tempo (e com as possíveis imposições das legislações europeias).

A incapacidade de baixar APKs é algo frustrante para usuários que desejam explorar além das opções convencionais, limitando as escolhas disponíveis e restringindo a variedade de aplicativos acessíveis.

E com a diversidade de modelos e preços cada vez mais competitivos no mercado de smartphones, pagar valores elevados por um iPhone é algo injustificável para muitas pessoas.

A existência de alternativas de alta qualidade por preços mais acessíveis no Android torna a compra do iPhone algo cada vez menos atraente para boa parte dos consumidores.

Então… já posso parar de pensar em comprar um iPhone?

 

Motivos para persistir na compra de um iPhone

Calma, jovem mais descrente.

Nem tudo é ruim no universo da Apple. Existem alguns argumentos que ajudam a justificar a pilha de dinheiro que você quer gastar em um iPhone, e vou colocar tudo na mesa, pois sou uma pessoa justa.

Fazer o root no iPhone é algo complexo justamente porque a Apple quer manter a segurança do telefone e dos dados armazenados com a maior proteção possível. e a facilidade de realizar o root no Android é o um dos maiores pontos de crítica ao sistema operacional do Google.

É fato que alguns aplicativos não estão disponíveis na App Store da Apple, mas o mesmo acontece na Google Play Store. Sem falar que alguns apps que estão disponíveis nas duas plataformas funciona melhor no iOS do que no Android.

Essa maior otimização dos aplicativos que o iOS oferece é uma vantagem que muitos usuários fiéis ao iPhone não abrem mão de jeito nenhum.

Existem sim smartphones Android que podem entregar uma melhor relação custo-benefício quando olhamos apenas para as funcionalidades e recursos. Porém, o iPhone é um smartphone com uma excelente qualidade, e sua longevidade de hardware e software é inigualável.

Logo, não deixe de encarar a compra de um iPhone como um investimento a longo prazo. A tendência é que esse smartphone da Apple funcione bem ao longo de todo o seu ciclo de vida, valorizando o dinheiro que você gastou nele.

Por outro lado, também é fato que todos os concorrentes com smartphones Android estão avançando e inovando com consistência, de modo que você sempre deve olhar para os lados para descobrir se a grama do vizinho cresceu um pouco mais que a grama da Apple.

Por fim, o Android melhorou muito na facilidade de uso, com customizações que deixaram tudo mais acessível para os usuários mais leigos. Porém, a experiência de uso do iOS ainda é mais simples e adaptável para quem não possui intimidade com os dispositivos de tecnologia.

E para os mais experientes, o ecossistema que a Apple construiu em torno do iPhone é algo consistentemente atraente. E muitos não abrem mão de ter os seus dispositivos completamente integrados.

Deixo claro que o iPhone não é um dispositivo ruim. Só entendo que você precisa considerar diversos aspectos antes de investir o seu dinheiro nele, e que outras opções no Android podem ser mais adequadas, dependendo das necessidades individuais.

Aqui, eu apresentei a minha visão dos dois lados da moeda. A decisão sobre o dinheiro a ser investido em um futuro smartphone é sempre sua.


Compartilhe