Compartilhe

Se você vendeu para si mesmo a ilusão que o iOS era um sistema operacional invulnerável ou impenetrável, lamento por sua existência. Nem mesmo a Apple tem um software perfeito, e ataques hackers ao iPhone são mais comuns do que parece.

Por isso, as atualizações de software são fundamentais para reforçar a segurança dos sistemas operacionais. E boa parte dos ataques ao iPhone visam obter o controle do Apple ID, que é o segredo para acessar os arquivos no smartphone. Se alguém tem o seu ID, você pode ser vítima de um sério ataque à sua privacidade.

Esse post é um sinal de alerta para todo mundo que tem um iPhone no bolso, e fica se gabando que tem o telefone mais seguro do mundo. Ou para aqueles que são mais consciente se racionais, e se preocupam com a segurança do caro dispositivo.

Se você constatar esses sintomas no seu dispositivo, ligue o sinal de alerta.

 

 

 

Os sinais de um iPhone em risco

 

 

1) Receber uma notificação ou e-mail que iniciaram sessão com o seu Apple ID da Apple em um dispositivo não reconhecido ou não conectado recentemente.

2) Receber um e-mail de confirmação da Apple para informar que a senha do seu Apple ID foi alterada, ou que atualizaram as informações de sua conta sem que você tenha solicitado tais mudanças.

3) Alguém bloqueou o seu dispositivo, ou colocou o mesmo como perdido.

4) Ver mensagens que você não enviou, ou itens que você não apagou.

5) Ver avisos de compras que você não fez, ou cobranças que você não reconhece. Ver cobranças desconhecidas na App Store ou iTunes Store na fatura do seu cartão de crédito ou de débito.

6) Sua senha não funciona mais, foi alterada ou está bloqueada.

7) Você não reconhece alguns dos dados da sua conta.

 

 

 

O que fazer se algum desses sintomas aparecer?

 

 

Para recuperar o controle do Apple ID do seu smartphone, você deve fazer o seguinte:

1) Faça login na página da sua conta Apple ID. Se você não conseguir fazer login ou receber uma mensagem dizendo que a conta está bloqueada ao tentar fazer login, tente redefinir ou desbloquear a conta.

2) Altere a senha do seu ID Apple e escolha uma senha forte.

3) Reveja todas as informações pessoais e de segurança da sua conta. Atualize informações incorretas ou que você não reconheça, incluindo:

– Teu nome.
– O endereço de e-mail principal para seu Apple ID. Se você precisar alterar seu endereço de e-mail, atualize os recursos e serviços que usa com seu ID Apple para que todos usem seu ID da Apple atualizado.
– Todos os endereços de e-mail e números de telefone alternativos e de resgate.
– Os dispositivos que estão associados ao seu Apple ID, se você já configurou a autenticação em dois passos.
– Perguntas e respostas de segurança. Se você acha que eles podem ser fáceis de adivinhar, altere suas perguntas de segurança.

 

Por fim, verifique se você tem controle a todos os endereços de e-mail associados com o seu ID da Apple. Caso contrário, você deve alterar a senha dos seus e-mails, ou usar um endereço de e-mail diferente e não comprometido.

Vale a pena também configurar a autenticação de dois passos para o seu ID Apple. Esse recurso de segurança adicional foi projetado para evitar que qualquer pessoa além de você acesse sua conta, mesmo que o alheio saiba a sua senha.

 

 

Via Apple


Compartilhe