Compartilhe

Embora o Samsung Galaxy S10 ainda não tenha sido apresentado oficialmente, os vazamentos que vimos nos últimos dias deixam claro que o novo smartphone top de linha dos coreanos terá um buraco na tela que abrigará a câmera frontal. Ou dois, no caso do Galaxy S10+.

Alguns afirmam que esse buraco será muito intrusivo, especialmente ao visualizar conteúdos em tela cheia, como filmes ou vídeos, em comparação com o Galaxy S9, que mantém o formato de câmera frontal mais tradicional.

No entanto, um usuário Reddit está simulando como seria essa intrusão na tela em renders, comparando como seria a exibição dos conteúdos na tela do Galaxy S10 em comparação com o Galaxy S9, nos formatos 16:9 ou 2:1. E, ao que parece, não vai ter muita diferença na experiência de consumo de vídeo entre os dois dispositivos.

Uma vez que o Samsung Galaxy S10 vai tela de proporção 19:9 (no lugar da proporção 18,5:9 do Galaxy S9) e bordas mais estreitas, a área de reprodução de vídeos em 16:9 ou 2:1 é praticamente a mesma. Nos dois casos, a câmera frontal estará fora da área visível.

Porém, o mesmo não acontece se o usuário optar por expandir o vídeo para preencher a tela. No caso do Galaxy S9, nenhum item na tela acaba interferindo na visualização de conteúdos, mas no Galaxy S10 tem o buraco no canto superior esquerdo. No entanto, a expansão de vídeos geralmente não é uma boa ideia, já que as margens superior e inferior do vídeo original são cortadas.

Portanto, apesar do buraco na tela, a experiência ao assistir vídeos no futuro Galaxy S10 será semelhante à do modelo premium lançado pela Samsung em 2018, já que a câmera frontal estará ao lado da imagem.

É uma preocupação a menos para os futuros compradores do Galaxy S10, ao mesmo tempo que é uma dúvida pertinente a menos a ser esclarecida no futuro.

 

Via Reddit


Compartilhe