Compartilhe

Lembra da brecha que descobriram no ano passado para instalar códigos de software diversos no Nintendo Switch? Pois bem, ele continua a gerar frutos. A comunidade de modding do console no XDAdevelopers conseguiu executar o Android a partir de um SD no console portátil da Nintendo.

Já era possível executar o Android no Nintendo Switch, mas nunca com esse nível de compatibilidade: os Joy-Cons funcionam perfeitamente, o que permite a execução de emuladores no consoles e, com um pouco mais de trabalho no software, é possível transformar o produto em um NVIDIA Shield.

O áudio também funciona sem problemas, e os jogos que exigem aceleração de hardware podem aproveitar de forma plena a potência do chip Tegra X1. Já o Android funciona tanto em modo portátil como com o console no dock, outra evolução em relação aos ports lançados no passado.

 

 

LineageOS e TWRP

 

O cérebro de toda a operação é o LineageOS 15.1, uma distribuição do Android Oreo pensada nos tablets. Ele conta com uma versão do Team Win Recovery Project (TWRP), um programa de “custom recovery” que permite instalar aplicativos como a Google Play Store ou o NVIDIA Shield.

A versão do Android vem com perfis de CPU e GPU, de modo que você não gasta bateria do console em vão. Mesmo assim, o Nintendo Switch com Android tem um bug que não permite a suspensão por completo, de modo que a autonomia de bateria é um problema nesse port.

O conjunto tem outros bugs, onde alguns emuladores como o Dolphin não reconhecem os Joy-Cons, e nenhum dos apps mais clássicos de um tablet vão funcionar no console, sem falar que o Switch não possui GPS, microfone ou câmera

 

 

Como instalar o Android no Nintendo Switch

 

 

Os passos detalhados na guia do XDAdevelopers são bem simples. Basta ter um SD para pré-instalar a imagem do LineageOS, que você instala usando o balenaEtcher, que entrega um SD pronto para boot.

Antes disso, você pode escolher instalar o Google Apps – usando o OpenGApps – ou um Shieldificator, que muda o identificador do console para instalar o app da NVIDIA.

Com o SD preparado já no console, você precisa carregar o bootloader Hekate e bootear a TWRP, onde a parte mais “complicada” é flashear o Google Apps no sistema operacional instalado.

Por fim, reinicie o console, carregue o Hekate e faça o boot no Android. Após realizar as configurações iniciais, você já tem o Android funcionando no seu Nintendo Switch.

 


Compartilhe