TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como a Huawei cresceu, apesar do bloqueio de Donald Trump? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Como a Huawei cresceu, apesar do bloqueio de Donald Trump?

Como a Huawei cresceu, apesar do bloqueio de Donald Trump?

Compartilhe

Nem mesmo Donald Trump conseguiu parar o crescimento da Huawei. Depois que a empresa chinesa enfrentou um dos maiores bloqueios comerciais da história, agora conhecemos os resultados financeiros da marca durante o primeiro semestre de 2019, tanto no nível de vendas de smartphones como nos lucros brutos por vendas.

E… um #spoiler dos resultados: muito melhores do que a maioria dos mais céticos esperava.

 

 

Quase 120 milhões de smartphones vendidos em 2019

 

 

Para ser mais preciso, a Huawei distribuiu (e isso não quer dizer que a empresa vendeu) nada menos que 118 milhões de smartphones durante o primeiro semestre de 2019, o que representa um aumento de 24% sobre os números alcançados durante o mesmo período em 2018.

Olhando para o lucro bruto obtido pela marca, os valores alcançam os nada depreciativos 401.3 milhões de yuanes, ou 52 bilhões de euros.

Mesmo sendo números promissores, eles representam uma queda no crescimento das vendas de smartphones em 21%, quando comparados com os números do ano passado. Vale lembrar que, durante o mesmo período, a Huawei conseguiu crescer até 45% em relação ao mesmo período de 2017, e é aqui que pode se sentir (em partes) os efeitos do bloqueio comercial por parte da administração Trump contra a empresa chinesa.

Comparando os dados financeiros com os números de 2018, os números representam lucros de 23.2%, o que casualmente corresponde ao aumento de 24% nas vendas de smartphones. Agora, some tudo isso ao golpe mais forte nos aspectos mediáticos e comercias que a empresa sofreu nas últimas semanas de junho, e aqui é preciso ver se a queda o crescimento do departamento mobile vai afetar a segunda metade de 2019.

Sobre os demais departamentos, a Huawei anunciou um aumento de 18% para 50% nas vendas de tablets e wearables. A empresa também conseguiu lançar mais de 150 mil estações de 5G e fechou 50 contratos para instalar essa tecnologia de rede em outros territórios. É preciso ver também se parte dos contratos fechados com determinados países estão em territórios situados nos Estados Unidos, mas tudo indica que sim.

 

 

 A Huawei será capaz de diversificar o seu crescimento?

 

 

É claro que a Huawei sentiu o baque do bloqueio de Trump, mas não quebrou como muitos esperavam. Está bem claro que os produtos da marca seguem com boa saúde em outros mercados, e a sua dependência financeira dos smartphones não é tão elevada quanto o estimado.

Tudo indica que a Huawei vai seguir crescendo no segmento de tecnologia. Não em um ritmo tão acelerado quanto os seus executivos queriam ou alegavam antes do bloqueio dos Estados Unidos. Por outro lado, ao que tudo indica, a própria Huawei se tocou que não pode depender tanto dos Estados Unidos, e deve mudar o rumo de seus negócios para diversificar e crescer em outras áreas onde Trump não pode tocar.

Vai ser interessante ver o crescimento da Huawei nos próximos meses. Mais interessante ainda será ver como a empresa vai fazer isso.

 

Via Huawei


Compartilhe