Como escolher um bom ultrabook em 2020 | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como escolher um bom ultrabook em 2020 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas de Compras | Como escolher um bom ultrabook em 2020

Como escolher um bom ultrabook em 2020

Compartilhe

Se você procura um computador portátil para ser produtivo em qualquer lugar, o ultrabook é a sua opção. Sim, temos os Chromebooks que também podem entregar isso, mas não com tanta versatilidade que é entregue pelos sistemas operacionais mais robustos.

Nesse post, vamos dar algumas dicas sobre como escolher um bom ultrabook em 2020. Não estamos levando tanto em consideração os preços, nem vamos mencionar modelos (e bem sabemos que não está fácil comprar um notebook nesse momento), mas sim nos pontos gerais que qualquer usuário precisa observar antes de investir o dinheiro em um produto que vai ficar com você por muito tempo.

Os critérios a seguir podem ser essenciais para que você faça uma boa escolha.

 

 

 

Design e autonomia são essenciais

 

 

Ultrabooks são computadores pensados na mobilidade, e isso significa duas coisas: um computador leve para o transporte com o menor esforço possível e a maior autonomia de uso possível, ou que pelo menos dure uma jornada inteira de trabalho.

São objetivos antagônicos, pois é difícil obter longa autonomia de bateria em produtos tão finos. E você precisa ter em mente que o seu trabalho vai acontecer longe de uma tomada na maior parte do tempo.

Para encontrar uma solução plausível, considere escolher ultrabooks com telas de 13 polegadas, com bordas mínimas, chassi de materiais como o magnésio e alumínio para minimizar o peso, linhas que otimizam o espaço disponível, entre outros fatores.

Por outro lado, dê uma certa atenção para as portas e conectores, pois quanto mais fino é o ultrabook, menos portas ele tende a ter. É essa a regra que os principais fabricantes de computadores portáteis decidiram adotar, e isso pode ser um problema para os usuários mais produtivos.

A ausência de portas e telas menores podem afetar a comodidade de uso dos ultrabooks, ao mesmo tempo que deixam os computadores mais vulneráveis a possíveis golpes. Nesse sentido, opte por um modelo com um chassi mais robusto e resistente aos acidentes do dia a dia. Algo que, infelizmente, pode acontecer.

 

 

 

Qual é o seu perfil de uso?

 

 

Chegou a hora de olhar para as especificações de hardware para descobrir qual é o produto que melhor atende aos seus objetivos. De um modo geral, ultrabooks são muito utilizados para fins profissionais, mas esses computadores ultrafinos podem ser ferramentas para tarefas de escritório, edição de foto e vídeo e até para os games.

Nesse segmento, vamos apresentar de forma clara e objetiva quais são as configurações mínimas que você deve ter em um ultrabook para obter uma boa experiência de uso, dentro de suas perspectivas e atendendo às suas necessidades.

 

 

 

Atividades de escritório, navegação de internet e consumo multimídia

 

Aposte em um ultrabook com processadores Intel Core de nona ou décima geração, ou com um chip AMD Ryzen de terceira ou quarta geração, tanto pela questão do desempenho como pelo menor consumo de bateria.

Hoje, 8 GB de RAM são mais que suficientes para que o Windows 10 entregue uma experiência de uso satisfatória, mas o armazenamento em SSD é algo obrigatório para garantir essa boa experiência. 256 GB de armazenamento são suficientes para as atividades desse grupo de usuários.

 

 

 

Gaming

 

Não é comum ver ultrabooks gaming, mas existem ótimas exceções no mercado. O segredo aqui está na placa gráfica dedicada, que será capaz de rodar jogos a 1080p @ 60 fps com a máxima qualidade possível.

Olhando para os futuros jogos (que fatalmente serão mais exigentes), é melhor investir nas placas gráficas da família GeForce RTX 2000, mas modelos como as GTX 1650 de 4 GB da NVIDIA, ou as placas RX 570 ou RX 580 da AMD podem ser um bom ponto de partida para rodar alguns jogos mais exigentes.

Sobre os processadores, o recomendado é ter um equipamento com chips Intel Core i5 ou Core i7 de nona ou décima geração, ou os chips AMD Ryzen 5 ou 7 de terceira ou quarta geração. O mínimo de RAM aceitável para os games são 16 GB do tipo DDR4, com frequência de 2.666 MHz.

Por fim, no armazenamento, o SSD volta a ser algo imprescindível para garantir o melhor desempenho (caso essa seja a única alternativa de armazenamento; caso contrário, se puder, instale uma SSD M.2 para a instalação do sistema operacional e jogos mais pesados, e um HD ou SSD SATA para armazenamento de arquivos pessoais). Você precisa ter pelo menos 512 GB de armazenamento para passar bem com os jogos e arquivos pessoais salvos no portátil.

 

 

 

Edição de vídeos e fotos

 

As configurações do ultrabook nesse caso são similares às indicadas para os games, com algumas pequenas diferenças.

Procure escolher um ultrabook com hardware compatível com os softwares que você vai utilizar, como as placas das famílias GPU NVIDIA Quadro ou GeForce GTX, AMD FirePro ou Radeon com pleno menos 4 GB de memória. Lembrando que, quanto mais RAM a placa gráfica dedicada contar, melhor.

Por outro lado, você vai precisar de mais velocidade e mais espaço de armazenamento para os seus softwares de edição e arquivos que serão trabalhados. Aqui, você pode otimizar a relação custo-benefício com equipamentos que combinam HD com SSD NVMe M.2.

E não se descuide das portas de conexão, pois você fatalmente vai recorrer a periféricos diversos para complementar a sua atividade profissional.

 

 

 

Conclusão

 

São dicas relativamente simples, mas que podem passar desapercebidas para os usuários mais leigos. De novo: eu entendo que nesse momento está difícil comprar um ultrabook, e que os preços estão malucos (por isso não recomendamos modelos nesse post). Porém, se você seguir essas dicas com critério e compreender bem o que exatamente você procura em um produto como esse, as chances de você adquirir um portátil que vai contemplar todas as suas demandas aumentam de forma considerável.


Compartilhe