Como a Microsoft conseguiu perder o controle das Live Tiles do menu Iniciar do Windows? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como a Microsoft conseguiu perder o controle das Live Tiles do menu Iniciar do Windows? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Como a Microsoft conseguiu perder o controle das Live Tiles do menu Iniciar do Windows?

Como a Microsoft conseguiu perder o controle das Live Tiles do menu Iniciar do Windows?

Compartilhe

A Microsoft estreou no Windows 8 as Live Tiles, grandes ícones que se alteravam de forma dinâmica, exibindo informações em tempo real com diferentes categorias, e sem a necessidade de abrir o aplicativo em questão. A filosofia foi migrada para o Windows 10 e o seu novo menu Iniciar. Com o tempo, boa parte dos usuários nem deu mais importância para o recurso, que caiu em esquecimento. Inclusive para a própria Microsoft.

 

 

A Microsoft perdeu o controle das Live Tiles

 

 

O investigador de segurança Hanno Böck descobriu que a Microsoft se esqueceu de renovar um domínio que é importante para o funcionamento das Live Tiles, e isso pode ser um desastre para muitos usuários.

A Microsoft perdeu o controle sobre o subdomínio notifications.buildmypinnedsite.com, que é utilizado para enviar as notificações de sites nas Live Tiles do menu Iniciar do Windows 10. O sistema de notificações funciona com o serviço buildmypinnedsite.com, que permite a qualquer site adaptar o seu feed RSS para ser compatível com tal recurso.

A ideia é que o usuário adicione as páginas do seu interesse no menu Iniciar, acompanhando as últimas notícias publicadas nas Live Tiles. Para isso, basta visitar qualquer página com o navegador Edge, usar a opção que anexa a página ao menu Iniciar, o que conecta o site automaticamente ao endereço notifications.buildmypinnedsite.com, para que o servidor envie as últimas atualizações.

 

 

Um descaso que pode custar muito caro

 

 

Ao perder o controle desse subdomínio, existe a possibilidade de qualquer pessoa registrar o endereço em seu nome, o que permite o recebimento de todas as petições dos computadores com Windows 10 do mundo, abrindo brechas para ataques maliciosos.

Além disso, a quantidade de tráfego que chega para esse domínio é tão alta, que quem assumir a sua propriedade pode mantê-lo para sempre. A Microsoft foi avisada sobre o problema, mas não se pronunciou sobre o assunto. Por isso, Böck revelou a sua descoberta, na esperança que agora sim a gigante de Redmond dê a devida atenção para a questão.

Para o usuário final, o recomendado é eliminar as Live Tiles cadastradas (se você tiver uma), clicando com o botão direito sobre elas e depois em Desfixar de iniciar (pelo menos por enquanto, ou até que a Microsoft apresente uma solução ou anuncie a renovação do tal domínio).

 

Via Golem.de, ZDNet


Compartilhe