Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Tecnologia | Cinco boas alternativas ao ChatGPT

Cinco boas alternativas ao ChatGPT

Compartilhe

Todo mundo fala do ChatGPT por ser a alternativa mais popular de inteligência Artificial do momento. Sem falar que ele é de graça e pode ser utilizado por qualquer pessoa, o que não acontece com outras opções.

Mas o mundo vai além do ChatGPT. O cenário da Inteligência Artificial que pode interagir com usuários a partir de conversas simples, com perguntas e respostas, está se expandindo rapidamente, e diversas alternativas estão aparecendo todos os dias.

Não vamos entrar na discussão se a IA vai acabar com o jornalismo ou com os professores em salas de aula. Vamos dar foco na apresentação de pelo menos cinco alternativas ao ChatGPT que você deveria conhecer.

 

ChatSonic

O ChatSonic tem como principal característica contar com um sistema de reconhecimento de voz, além de um aplicativo para smartphones e função integrada com o buscador do Google. Tudo isso faz com que as suas respostas estejam atualizadas e respaldadas pelo constante abastecimento de informações, o que reduz para praticamente zero as chances de respostas erradas ou inexistentes.

Por outro lado, a plataforma está limitada neste momento a 25 respostas por dia para quem não tem uma assinatura premium, o que não deve ser um problema para os usuários ocasionais. Mas se você se interessar por ele, terá que pagar para um uso ilimitado.

 

ELSA Speak

O ELSA Speak (English Language Speech Assistant) tem como principal objetivo ajudar as pessoas a falar melhor e de forma mais clara o idioma inglês. Pode ser útil tanto para estudantes como adultos, melhorando o ritmo e o tom da fala de pessoas com diferentes níveis de conhecimento com a essa língua.

Este é um sistema de aprendizagem adaptativo, ou seja, ele se torna mais inteligente e adaptado para cada usuário, melhorando a sua interação com aquele indivíduo aos poucos. Pelo menos 90% dos usuários perceberam melhoras notáveis na pronúncia, e 95% se sentem mais confiantes com o manejo do inglês depois de utilizar essa IA.

De acordo com os seus desenvolvedores, bastam 27 horas de estudo com o ELSA Speak para obter uma experiência de aprendizado semelhante a um curso universitário.

 

BLOOM

O BLOOM pode gerar respostas em 46 idiomas naturais e 13 linguagens de programação. Foi criado pela Big Science, para compreender melhor a forma em como utilizamos a linguagem para a comunicação.

A IA foi criada com a ajuda de mais de 1.000 investigadores em 250 instituições em 60 países, estabelecendo assim uma rede neuronal que pode executar e decidir os dados que serão explorados, a partir dos problemas que se apresentam.

Muitos consideram o BLOOM um dos projetos de IA mais promissores, considerando todas as suas possibilidades. Ele tem uma enorme capacidade para traduzir idiomas ou criar códigos, mas também pode resolver problemas matemáticos complexos ou de diferentes índoles.

 

LaMDA

O LaMDA é a IA do Google, e tem a mesma característica de conversação do ChatGPT. De acordo com as informações compartilhadas até agora, essa pode ser a plataforma com a maior autonomia de todas disponíveis nesse momento, com uma independência maior em relação ao controle humano sobre os seus dados.

Por outro lado, o fato de ser independente não quer dizer que o LaMDA tenha pensamentos próprios ou sensibilidade, já que estamos falando de uma tecnologia que possui um código interno. Mas não resta dúvidas que esse é um dos objetivos que seus desenvolvedores querem alcançar.

 

Character AI

O Character AI se baseia em modelos de linguagem neuronal e pode adquirir personalidade própria conforme avança em uma conversa com o usuário.

O que é surpreendente nessa plataforma é que falamos de uma ferramenta que pode replicar o “caráter” de uma ampla biblioteca de personalidades individuais e responder de uma maneira que tenha sentido para a situação. É uma IA desenvolvida para emular diferentes traços de personalidades que vai se adaptando conforme a conversa com o usuário se desenvolve.


Compartilhe