dolly

Um casal de macacos clonados nasceu na Academia Chinesa de Ciências em Shanghai (China), utilizando a mesma técnica adotada para clonar a popular ovelha Dolly em 1996.

O procedimento é inédito em primatas. O casal de macacos foi batizado como Zhong Zhong e Hua Hua, e a técnuca SCNT (transferência nuclear de células somáticas) já tem mais de 20 anos, sendo pela primeira vez testada com sucesso nos macacos.

Os macacos foram clonados graças à divisão de um embrião em várias partes para implantá-las em mães substitutas. Foi realizada a transferência do núcleo de uma célula do indivíduo ‘para ser copiado’ em um óvulo no fecundado e privado de seu núcleo.

Os investigadores chineses tiveram ainda que reativar interruptores moleculares para modificar os genes que, inicialmente nos macacos está diferenciado, o que impede o desenvolvimento do embrião.

 

 

A técnica permite pela primeira vez gerar diversos exemplares de primatas geneticamente homogêneos entre eles. Isso vai permitir obter resultados experimentais mais confiáveis e facilmente reproduzíveis.

Os macacos estão hoje com dez semanas de vida e em perfeito estado de saúde.

Já a popular ovelha Dolly, que nasceu em 5 de julho de 1996, foi o primeiro animal clonado da história a partir de uma célula adulta, no Instituto Roslin de Edimburgo (Escócia).

Dolly faleceu em 14 de fevereiro de 2003. Foi sacrificada por conta de uma enfermidade progressiva pulmonar.

 

Via The Guardian