Compartilhe

As pessoas estão cada vez mais irritadas, e não está difícil deixá-las ainda mais irritadas. O estresse do dia a dia, o pouco dinheiro e as eleições presidenciais resultam em pequenos ‘dias de fúria’ que se produzem todos os dias em várias cidades ao redor do mundo.

Agora, alem de todas as dificuldades que enfrentamos, ainda temos que encarar aquelas dificuldades que os carros autônomos precisam enfrentar na estrada. E, por mais que você queira encarar essa tecnologia como algo futurista, tem um problema que ela ainda não resolveu: a ira de alguns motoristas contra esses veículos.

Tem gente que simplesmente se transforma enquanto está dirigindo, apresentando suas tendências violentas e anti-sociais, no melhor estilo ‘road rage’. E tal fúria não discrimina ninguém: envolve tanto os carros com motoristas humanos quanto os veículos autônomos.

 

 

Violência, vandalismo e irracionalidade nas estradas norte-americanas

Dezenas de incidentes já foram registrados nos Estados Unidos, e tiveram como alvo os veículos autônomos da Waymo, que são de propriedade da Waymo/Google. São casos dos mais diversos, onde os xingamentos e ofensas verbais se transformam em vandalismo e violência explícita.

Exemplo: pneus furados e cortados, pessoas exibindo armas para intimidarem os motoristas a bordo dos veículos, perseguição dos veículos e até (pasmem) boletins de ocorrência sob a acusação de suposto assédio (um motorista alegou que um condutor desses carros autônomos estava observando demais os seus movimentos, quando na verdade ele estava fazendo um diagnóstico de testes com o carro estacionado.

Rolou até uma tentativa de tirar um motorista da estrada. Um condutor de um Jeep teria tentado o ato por pelo menos seis vezes durante o trajeto.

Em resumo: por mais que a tecnologia evolua com o incrível potencial de reduzir drasticamente o número de acidentes fatais nas estradas, a mente primitiva de alguns humanos ainda oferecem resistência para esta mesma evolução.

Ou seja, só confirma a teoria: quanto mais depressa os irracionais abandonarem o volante de uma vez por todas, é melhor para todo mundo!

 

+info


Compartilhe