Australiano é preso por vender 1 milhão de contas da Netflix e Spotify roubadas | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Australiano é preso por vender 1 milhão de contas da Netflix e Spotify roubadas | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Australiano é preso por vender 1 milhão de contas da Netflix e Spotify roubadas

Australiano é preso por vender 1 milhão de contas da Netflix e Spotify roubadas

Compartilhe

Vender contas ilegais ou senhas para serviços de streaming pode ser algo lucrativo, já que tem muita gente que quer usar a Netflix e o Spotify de graça (ou não podem pagar por eles). Porém, o que pode ser lucrativo pode também resultar em cadeia.

Um rapaz australiano de 21 anos foi preso por supostamente ganhar 300 mil dólares australianos (ou 150 mil euros) por vender senhas do Netflix, Hulu e Spotify roubadas de seus usuários. O jovem foi identificado como o criador do site WickedGen.com, que vendia nomes de usuário e senhas de acesso para os principais serviços de streaming, contando com 120 mil clientes e quase 1 milhão de contas roubadas.

De acordo com o FBI, as contas foram obtidas através do método de “credential stuffing”, onde se cria uma base de dados com nomes de usuário, endereços de e-mail e senhas. Nessa base, haviam desde contas roubadas até outras vazadas previamente, reutilizadas e vendidas para acesso não autorizado, com vítimas desconhecidas na Austrália e em outros países.

 

 

Podemos tirar uma lição dessa notícia: utilize senhas seguras

 

 

Ninguém gosta da ideia de um hacker obter acesso à nossa senha e oferecer o nosso acesso ao serviço de streaming para um terceiro, especialmente quando nós pagamos a conta religiosamente. Logo, é nossa obrigação, como usuários de serviços conectados, utilizar senhas complexas e diferentes para cada serviço.

Por outro lado, especialmente nos casos do Netflix e do Spotify, é muito comum ver os usuários utilizando senhas simples. Geralmente quase todos nós temos contas compartilhadas com familiares e amigos para que a fatura mensal fique mais barata para todo mundo. Por enquanto, essa prática não é ilegal.

Pelo contrário. A Netflix permite sem problemas, já que são muitos os usuários que garantem que, se o serviço de streaming bloquear o compartilhamento de senhas, eles deixam o serviço. Algo similar ocorre com o Spotify e suas contas familiares, apesar da plataforma ter um controle maior sobre a questão das contas compartilhadas.

 

Via CNET


Compartilhe