Apple, widgets e o debate entre liberdade e controle | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Apple, widgets e o debate entre liberdade e controle | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Software | Apple, widgets e o debate entre liberdade e controle

Apple, widgets e o debate entre liberdade e controle

Compartilhe

O debate entre a liberdade para customizar o iPhone do jeito que o seu dono quiser e a restrição que a Apple (e alguns dos seus usuários) entendem que precisam ser aplicadas para que tudo não vire um grande carnaval continua. E eu continuo a defender a liberdade nesse caso.

Cada um deve ter o direito de fazer o que quiser com o seu caro iPhone, mas muitos entendem que essa liberdade esbarra no padrão de experiência de uso que a Apple estabeleceu para o seu sistema operacional.

Logo, ainda temos dúvidas sobre quem tem razão nesse embate que, ao meu ver, nem precisava existir.

 

 

 

Personalizar o desktop é uma expressão de liberdade

 

]

 

Com tanta gente customizando o iOS, a impressão clara que fica era que a grande maioria dos usuários do iPhone queriam a personalização no iPhone há muito tempo. Caso contrário, a tal customização teria passado batida, e a Apple constataria que perdeu tempo ao oferecer esses recursos.

E não foi isso o que aconteceu.

Os usuários do iPhone queriam a liberdade disponível no Android desde o começo da jornada do sistema operacional do Google, e isso é algo que está irritando aos mais puristas. Aquelas pessoas que entendem que ninguém pode mexer no iOS do jeito que quer precisam entender que tal regra vale apenas para o seu smartphone, e não para o telefone do amiguinho.

De novo: partindo do princípio que você pagou caro pelo seu iPhone, você pode fazer com ele o que quiser. Inclusive customizar a sua interface a ponto de fazer todos entenderem que o dispositivo foi atacado por uma gangue de palhaços.

É um direito da pessoa. E você, que quer ditar regra no iPhone do amigo, não tem nada a ver com isso.

 

 

 

A criatividade em elevada profusão

 

 

Não podemos dizer que todas as repaginações da interface de uso do iPhone são um desastre completo. Pelo contrário: as novas propostas com widgets e ícones personalizados entregam em alguns casos conceitos muito criativos e irreverentes, mostrando que muitos usuários investiram um bom tempo para pensar nas novas propostas gráficas.

As referências ao passado e presente são bem sacadas, e mostra como foi melhor para a Apple liberar geral para essas customizações. Veja o quanto estamos falando sobre isso ao longo dos últimos dias. Essa publicidade que a gigante de Cupertino está ganhando em um assunto que é de interesse de muita gente.

Apps como Widgetsmith e Color Widgets, que receberam um enorme volume de downloads nos últimos dias, são exemplos claros de como esse tema está em alta entre os usuários do iPhone. Esses dois apps estão faturando tanto dinheiro, que seus realizadores acham esse debate totalmente irrelevante.

 

 

 

Você escolhe se quer essa liberdade (ou talvez não)

 

 

A Apple liberou a customização da interface do iOS 14, mas isso tem alguns limites. As modificações não podem afetar o desempenho do iPhone ou alterar recursos de forma muito aprofundada. De forma geral, é uma personalização que está no mesmo nível que hoje fazemos no Android e no Windows 10.

E você é livre para modificar a interface do seu iPhone se quiser. Você nunca foi obrigado a alterar qualquer coisa no seu telefone porque o mundo está alterando.

Só não pode ficar com essa bobagem de querer levantar bandeiras para que o iOS seja imutável ou apenas do jeito que você entende que ele deve ser.

Steve Jobs foi apenas um, e ele não mais está por aqui para ditar tais regras.


Compartilhe