Wetten.com Brasil Apostas
Home » Internet » Apple deve comprar o DuckDuckGo e pressionar o Google?

Apple deve comprar o DuckDuckGo e pressionar o Google?

Compartilhe

O universo das pesquisas de conteúdo online vai além do Google, e é importante você ter isso em mente. Eu sei que a impressão que fica é que a gigante de Mountain View dominou tudo quando fez o que era considerado algo inimaginável no passado, que é destronar o onipresente Yahoo!. Mas é importante entender que você tem outras opções disponíveis para as suas pesquisas online.

O DuckDuckGo é uma das referências entre os motores de busca alternativos e independentes, especialmente para os usuários que procuram uma maior privacidade, já que esta plataforma não coleta dados do usuário para devolver como publicidade as suas buscas realizadas na plataforma.

Logo, a ideia de aquisição do DuckDuckGo por parte da Apple não é absurda, pois a empresa de Mountain View pode usá-lo como uma arma contra o Google Search.

E uma arma bem poderosa, por sinal.

 

 

 

E se a Apple comprar o DuckDuckGo? O que acontece?

 

 

Quem sugere a compra do DuckDuckGo pela Apple é o analista Toni Sacconaghi. É importante lembrar que o Google paga para a Apple cerca de US$ 10 bilhões por ano para incluir o seu motor de busca como padrão no iOS, sistema operacional que está presente em milhões de dispositivos, como iPhone e iPad.

O Google gera para a Apple um lucro de US$ 15 bilhões por causa desse acordo. E esse é um valor bem substancial para a divisão de serviços de Cupertino, que é a nova estrela da empresa em tempos onde o iPhone não está vendendo tanto assim. São os serviços que estão equilibrando a queda nas vendas dos smartphones.

É um cenário que, no final das contas, é vantajoso para as duas pontas do processo. Porém, isso pode mudar rapidamente.

O analista comenta que o Google pode se retirar do acordo optando pela não renovação do mesmo. Isso deixaria a Apple sem essa receita interessante. E é pouco provável que a Microsoft pague para a Apple US$ 10 bilhões anuais para posicionar o Bing como motor de busca no iOS. Mesmo porque o Bing em si não gera tantas receitas, uma vez que tem apenas 1/5 da cota de mercado do Google Search.

Diante desse cenário, a Apple pode então optar por ter o seu próprio motor de busca, comprando o DuckDuckGo por um valor aproximado de US$ 1 bilhão. Essa aquisição não quer dizer que a Apple vai encerrar o seu acordo com o Google, pelo menos não em curto prazo, já que é preciso implementar no buscador próprio um grande programa de monetização. E isso não é nada fácil quando o Google domina o setor, e o Bing se apresenta como concorrência, mesmo com uma cota de mercado menor.

Em troca, a Apple pode usar a propriedade do DuckDuckGo para pressionar o Google e mudar os termos do acordo. É uma carta na manga que Cupertino pode guardar e ganhar tempo antes de tomar uma decisão mais drástica.

A Apple nunca demonstrou interesse no mercado de motores de busca, mas essa é uma ferramenta essencial na internet, com um uso em massa e, em muitas vezes, sem que o usuário perceba. O Google construiu toda a base do seu negócio a partir da ferramenta de busca, e hoje tem o império que conhecemos.

E se tem uma gigante da tecnologia que pode fazer exatamente o mesmo, essa empresa é a Apple.

 

 

Via 9to5Mac


Compartilhe