Compartilhe

A chegada dos AirPods da Apple no mercado resultou nas milhares de cópias que imitam perfeitamente o seu design e suas características, mas com preços muito menores. Até mesmo a sincronização do chip da Apple para que o iOS os identifique como fones originais foi copiado.

Está cada vez mais difícil diferenciar um fone original de uma cópia apenas analisando a sua estética, e nesse post ajudamos você a identificar um AirPods ou AirPods Pro original da Apple, e diferenciá-lo de um clone.

 

 

Verifique o número de série na página da Apple

É a forma mais eficiente para identificar um produto original da Apple. Se o número de série está visível na caixa, você pode acessar o site da gigante de Cupertino para verificar se esse é um produto original da empresa.

O site fornece toda a informação técnica do produto, mostrando a data de ativação do dispositivo e o tempo de garantia restante, o que ajuda a constatar detalhes como a data de compra ou garantia legal.

 

 

Verifique a posição e a cor do LED do estojo de recarga

Outro elemento estético que pode ajudar a detectar farsas.

No caso do AirPods de primeira geração, o LED está na carcaça externa da caixa de recarga, junto ao espaço presente para abrir a sua tampa. No caso do AirPods Pro com caixa sem fio, a luz LED está no interior da caixa, no espaço entre os fones esquerdo e direito.

Observe também para o comportamento do LED quando interagimos com a caixa e os fones:

Luz verde: status da carga do estojo
Luz laranja ou âmbar: resta menos de uma carga completa no estojo
Luz branca: a caixa está pronta para sincronizar com outros dispositivos

 

Ou seja, podemos deduzir que aqueles AirPods são falsos se a localização e o status da luz LED for diferente daquelas orientadas pela Apple.

 

 

Verifique o peso e o tamanho do estojo e dos fones de ouvido

A maioria dos fabricantes chineses usa materiais de menor qualidade, baterias com menor capacidade e menor quantidade de circuitos e componentes eletrônicos. O resultado é que a maioria dos clones são mais leves que os modelos originais.

Os números oficiais da Apple são os seguintes:

AirPods 1: 4 gramas em cada auricular e 38 gramas no estojo
AirPods 2: 4 gramas em cada auricular e 40 gramas no estojo
AirPods Pro: 5,4 gramas em cada auricular e 45,6 gramas no estojo

 

Também vale a pena revisão as dimensões, que podem não variar muito no caso dos auriculares, mas que entregam diferenças perceptíveis nos modelos clônicos:

AirPods 1 e 2: 4,05 x 1,65 x 1,8 centímetros em cada auricular e 5,35 x 4,43 x 2,13 centímetros no estojo
AirPods Pro: 3,98 x 2,18 x 2,4 centímetros em cada auricular e 4,52 x 6,06 x 2,17 centímetros no estojo

 

Observar com cuidado a embalagem ajuda a identificar se o produto é original, com itens como logos, certificações, códigos de barra, etc.

 

 

Cuidado com a versão do Bluetooth e a integração com o iOS

Olhando para as especificações da Apple, nos deparamos com os seguintes itens sobre o Bluetooth dos AirPods:

AirPods 1: Bluetooth 4.0
AirPods 2 e Pro: Bluetooth 5.0

Também fique atento com a sincronização e integração com o iOS, onde a maioria das réplicas apresentam problemas. No iPhone e iPad, conectar os AirPods é algo tão simples quanto aproximar os fones do dispositivo Bluetooth e abrir a tampa do estojo de recarga no momento da sincronização.

Porém, esse método de integração está chegando a vários AirPods falsos. A forma de detectar a autenticidade nesse caso é realizar a mesma sincronização com um smartphone Android: se o nome do dispositivo for identificado como TWS i9000 ou similar, estamos diante de uma cópia.

 

 

Verifique se o cabo Lightning está certificado pela Apple

As cópias contam com um cabo Lightning idêntico ao da Apple, mas existem formas de verificar se um cabo é original ou falso. Basta conectar esse cabo a um iPhone ou iPad. O cabo falso faz uma janela aparecer, com a mensagem a seguir:

 

“Este cabo ou acessório não está certificado, e é possível que ele não funcione corretamente com este iPhone/iPad.”

 

 

O barato pode sair caro

Desconfie de preços absurdamente baratos para os AirPods e AirPods Pro. Produtos muito baratos apontam diretamente para o caminho de um produto falsificado.

Se você vai recorrer ao mercado de segunda mão, é recomendável pedir todo o tipo de informação possível para o comprador, como nota fiscal de compra, fotos da caixa original, vídeos que mostram a conexão dos fones com o iPhone, entre outros detalhes relevantes.


Compartilhe