Compartilhe

Infelizmente, algumas pessoas que eu conheço (eu, inclusive) já passaram pela desagradável situação de receber uma resposta mais ríspida, grosseira e malcriada ao usar o Uber ou o Uber Eats. Pode acontecer, já que somos humanos e algumas pessoas simplesmente não contam com bom senso ou educação.

Pois bem, o Uber decidiu fazer alguma coisa, e anuncia um novo processo de detecção automática de linguagem inadequada nas mensagens enviadas pelo bate-papo dos aplicativos do Uber e do Uber Eats.

O novo recurso segue os Termos e Condições e o Código de Conduta dos dois serviços, e estabelece punições para um comportamento que envolva violência, conduta sexual, assédio ou discriminação durante o uso do aplicativo. Aqueles usuários que violarem tais regras com atitudes grosseiras e inconvenientes será expulso da plataforma, com a desativação da conta.

A medida se estende ao que é digitado nas mensagens que podem ser enviadas dentro do aplicativo, em uma forma de reforçar a ideia de respeito entre os membros da comunidade, em interações virtuais ou reais.

O novo recurso é capaz de detectar automaticamente a linguagem imprópria nas mensagens enviadas dentro do bate-papo do aplicativo entre usuários e motoristas e/ou usuários e entregadores. Palavras ofensivas ou que ameacem a integridade de uma das partes entram automaticamente em um processo de desativação permanente da conta que redigiu a mensagem.

Um time de especialistas pode analisar casos específicos, onde termos fora de contexto podem deixar dúvidas, além da análise das circunstâncias especiais e falsos positivos. São 600 profissionais trabalhando em São Paulo para realizar essa análise.

A nova medida é mais uma iniciativa do Uber em manter o bom ambiente dentro da plataforma. Recentemente, a empresa fechou um contrato com a Serpro para verificar as informações cadastrais dos motoristas parceiros em tempo real.

Em resumo: os grosseirões e as mal educadas não terão mais vez no Uber e no Uber Eats. Você tem o direito de falar o que quiser, mas sempre será responsável por aquilo que falar. Simples assim.


Compartilhe