TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia A Apple “está desesperada” com o iPhone 14? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | A Apple “está desesperada” com o iPhone 14?

A Apple “está desesperada” com o iPhone 14?

Compartilhe

Sei que o título deste artigo pode ser sensacionalista e até apelativo para alguns leitores. Porém, considerando que estamos falando da Apple e não da Positivo Tecnologia, os movimentos atípicos da empresa precisam ser observados com lupa, até mesmo para determinar se vale a pena investir nos seus produtos no momento do caos, ou se é melhor esperar mais um pouco.

E a verdade aqui é uma só: o iPhone 14 não está entregando os resultados que a Apple esperava nas vendas. E isso está levando Tim Cook e companhia a tomar medidas consideradas desesperadas.

Não basta reduzir o volume de produção de algumas versões do iPhone 14. Agora, a Apple planeja a REDUÇÃO DE PREÇOS de algumas versões desse telefone.

Quem diria…

 

Vendas abaixo do que a Apple esperava

Muitos já esperavam que o iPhone 14 não iria tão bem nas vendas, e vários motivos explicam isso.

Neste momento, vivemos uma recessão global, onde até mesmo os principais mercados (Estados Unidos e Europa, principalmente) estão sofrendo os efeitos de uma inflação causada pela crise sanitária que pegou o mundo em 2020 e pela crise bélica envolvendo Rússia e Ucrânia.

Diante desse cenário, a compra de um smartphone passou longe de ser uma das prioridades para a maioria das pessoas. E quando o telefone em questão é um iPhone, esse distanciamento social é muito maior.

Agora, some tudo isso ao fato de a Apple ser continuísta ao extremo, apresentando um telefone que nada mais é do que uma repaginação do modelo lançado no ano passado.

Nem dá para dizer que a Apple se esforçou com o iPhone 14. Muitos não consideram esse modelo uma atualização, mas sim uma revisão, onde as melhorias não justificam o investimento no novo produto.

Mas o que a Apple não esperava mesmo era o fracasso comercial do iPhone 14 Plus. A empresa entendeu que os usuários não queriam o iPhone Mini porque “ele era pequeno demais para uma internet móvel extremamente visual”, e a versão foi aposentada para entregar um telefone com tela grande e menos caro que o iPhone Pro Max.

De forma surpreendente (ou não, dependendo do ponto de vista), o iPhone 14 Plus é um fracasso nas vendas, alcançando números de unidades comercializadas que é inferior ao alcançado pelo iPhone 13 Mini no mesmo período de vendas no ano passado.

Na prática, a maioria dos usuários não está disposta a pagar caro pelo iPhone 14 ou iPhone 14 Plus, por entender que esses telefones não contam com novidades que justificam os valores cobrados pela Apple. Agora, sabemos que a empresa está aumentando a produção da versão padrão do iPhone 14 para entrar em uma espécie de “batalha de preços” com a concorrência.

De acordo com os rumores recentes, a Apple deve realizar um corte de preços “sem precedentes” nos modelos da série iPhone 14 entre o final de 2022 e o começo de 2023, para eliminar o estoque acumulado, que já está ficando grande demais para que a empresa sustente as receitas e despesas.

Toda essa corrida contra o tempo é para evitar uma queda muito brusca nas vendas dos smartphones, depois de registrar um aumento de 13% nos envios no terceiro trimestre de 2022 (em comparação com o mesmo trimestre em 2021).

Por outro lado, o iPhone 14 Plus teve a sua produção reduzida, e deve se tornar o futuro “esquecido no churrasco” da Apple.

Na verdade, a Apple está sofrendo das mesmas consequências que todos os principais fabricantes de smartphones enfrentaram ao longo de todo o ano, onde as quedas nas vendas de dispositivos foi flagrante e generalizada. Todo mundo percebe isso claramente.

Um sinal claro que o mercado está mal é que nem mesmo o modelo mais inovador da nova família de telefones da Apple, o iPhone 14 Pro, está conseguindo ir bem nas vendas. E isso porque aqui temos novidades mais consistentes, como a câmera de 48 MP e a Dynamic Island. Nada está convencendo o consumidor, que precisa economizar em tempos difíceis na economia.

 

Compro o iPhone 14 agora? Ou é melhor esperar?

Se dinheiro não é problema na sua vida, é quase certo que você está lendo este artigo e fazendo essas perguntas mentalmente. Bom, além de pedir para você ser meu amigo (sem qualquer tipo de interesse), eu posso compartilhar os meus pensamentos e, dessa forma, tentar ajudar em uma eventual decisão.

Diante do cenário apresentado, não será uma surpresa se a Apple realmente optar por uma redução de preços nos modelos da linha iPhone 14, na tentativa de colocar esses dispositivos em um patamar mais próximo do que foi cobrado nos anos anteriores.

Essa seria uma saída para se livrar de um inventário que está se acumulando e aumentando de forma perigosa, a ponto de estrangular os lucros da gigante de Cupertino.

E não ignore nessa equação a proximidade da Black Friday quando esse post foi publicado (começo de novembro de 2022, para você que está lendo no futuro), data que muitos esperam no calendário para comprar produtos de tecnologia com prelos mais acessíveis.

O grande problema para quem vive no Brasil é que o histórico da Apple com o nosso país no quesito preço não é dos mais favoráveis. A empresa “c*[email protected] e anda” para o consumidor brasileiro, colocando uma cotação de dólar a R$ 10 e não entregando os mesmos descontos aplicados em outros mercados.

Dito isso, acho que é seguro dizer o seguinte:

  • Se você realmente entende que vale a pena comprar um dos modelos do iPhone 14 e tem pressa em realizar o investimento, espere pelo menos a Black Friday, pois o varejo pode entregar algumas promoções interessantes.
  • Se você quer o iPhone 14 mas não está com tanta pressa, vale a pena esperar pela eventual queda de preços que a Apple deve promover até o começo de 2023. Quem sabe dessa forma você pode pagar menos pelo lançamento mais recente da empresa.
  • Se você entende que o iPhone 14 não justifica o seu dinheiro e ainda assim quer um telefone da Apple, qualquer modelo da linha iPhone 13 é a sua pedida. A relação custo-benefício é a melhor neste momento, e serão smartphones que vão funcionar bem durante muitos anos.

Espero ter ajudado de alguma forma.


Compartilhe