O novo Xbox One S All-Digital Edition chegou ao mercado. A ideia da Microsoft é oferecer o mesmo hardware do Xbox One S, mas com preço reduzido por remover o leitor ótico, ou seja, todos os jogos serão baixados e instalados no HD de 1 TB do console. Os compradores ainda levam uma assinatura do Xbox Live Gold de um mês e mais três jogos (Minercraft, Sea of Thieves e Forza Horizon 3).

É bom demais para ser verdade, mas… será que vale a pena?

 

 

Xbox One S vs Xbox One S All-Digital Edition

 

 

É muito fácil comparar os dois consoles, pois a única grande diferença é a ausência do leitor ótico de discos 4K Ultra HD no All-Digital Edition. Traduzindo: nada de jogos no formato físico aqui. Se comprou um jogo em disco, não pode usar nesse console.

Você também não pode reproduzir filmes em 4K HDR via Blu-ray, e essa é uma das grandes vantagens da atual geração de consoles. Levando em conta o preço dos reprodutores dedicados, muita gente comprou um Xbox One para ter o 2 em 1 de entretenimento de forma simples.

 

 

Então… vale a pena comprar o Xbox One S All-Digital Edition?

 

 

Depende do uso que você vai dar para o console.

Se você tem jogos em formato físico e quer seguir jogando esses jogos, não vale a pena a compra da última versão do Xbox One. Também não é interessante para quem quer ver filmes em Blu-ray.

O Xbox One S All-Digital Edition vale a pena se você tem uma ótima conexão com a internet e se você desapegou da vida dos jogos físicos para adotar o formato digital de vez na vida. Muitos gamers preferem ter os jogos em disco como forma de colecionar. Já outros preferem a modernidade do digital.

Outro argumento a favor do Xbox One S All-Digital Edition é o seu preço, que é consideravelmente menor, o que fatalmente vai influenciar na escolha de cada um. Por outro lado, no mercado de revenda, é bem fácil encontrar o Xbox One ou Xbox One S com preços bem competitivos.

Ou seja… boa sorte na escolha!