WhatsApp libera pagamentos móveis pelo seu aplicativo no Brasil

Compartilhe

Finalmente o Brasil é pioneiro em alguma coisa nesse mundo tecnológico. Depois de ser deixado de lado em níveis estratosféricos para os principais lançamentos do setor, o WhatsApp decidiu estrear aqui o recurso de pagamentos através do aplicativo.

Pagar com o smartphone não é uma novidade. Ainda mais nesse momento onde muitos de nós não podemos sair de casa, pagar pelo celular virou a coisa mais comum do mundo. Agora, realizar pagamentos com o WhatsApp, meu amigo… é outra coisa!

Os testes do recurso aconteceram na Índia, mas os problemas regulatórios no país fizeram com que o WhatsApp só realizasse a estreia do recurso no Brasil (um país que, bem sabemos, tem leis mais flexíveis nesse aspecto, tem algumas iniciativas interessantes para estimular os pagamentos através de plataformas móveis e digitais e, para alguns mais “espertinhos” é o país do “tudo pode”).

A partir de agora, os brasileiros poderão realizar pagamentos sem comissões em todos os tipos de comércios (esses sim pagam uma comissão para receber os pagamentos), e se tornam os primeiros do mundo a utilizar uma ferramenta que terá lançamento global e gradual para as próximas semanas. Porém, nem Facebook, nem WhatsApp revelam datas ou detalhes sobre os próximos passos dessa expansão.

 

 

 

Primeiro o Brasil. O resto do mundo vem depois

 

 

O WhatsApp informa que os usuários brasileiros podem realizar pagamentos via WhatsApp de forma direta, através de duas opções para autorização dos pagamentos: ou via senha (PIN) de seis dígitos, ou através da digital do usuário.

Para realizar os pagamentos, você deve associar a conta do WhatsApp a um cartão de crédito de uma entidade parceira do serviço (nesse momento, o recurso é compatível com cartões do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi, mas outras instituições bancárias podem embarcar na iniciativa).

Os usuários do WhatsApp podem pagar em lojas ou enviar dinheiro para outros usuários com a mesma facilidade que tem para enviar uma mensagem de texto. E a própria rede social tem consciência que o lançamento do recurso é especialmente relevante em um momento como esse em que estamos vivendo, onde devemos praticar o distanciamento social… não é mesmo, galera de São Paulo e Rio de Janeiro, que saiu para os shoppings que nem uma boiada desesperada?

Muitos de nós, seres mais conscientes, racionais e com o QI elevado já estão realizando os pagamentos de contas e serviços através das plataformas digitais. E o WhatsApp liberar esse recurso no Brasil primeiro faz todo o sentido: afinal de contas, nosso país recebeu (infelizmente) o título nefasto de epicentro. Ou seja, é o melhor lugar para fazer o teste prático dessa funcionalidade.

O serviço entrou em funcionamento de forma oficial e pública no Brasil, mas o objetivo do Facebook é oferecê-lo em todo o mundo. A empresa espera que a funcionalidade esteja disponível para todos os usuários à medida que eles avançarem na sua implementação.

A chegada dos pagamentos móveis via WhatsApp é especialmente chamativa, pois é uma ameaça direta para as opções já disponíveis no mercado de pagamentos móveis. Serviços como Bizum ou Twyp terão que correr para apresentar uma solução melhor e mais prática e, mesmo assim, o alcance das duas é mais limitado, já que ambas não contam com o mesmo número de usuários que o mais usado aplicativo de mensagens instantâneas do planeta.

 

 

Via WhatsApp


Compartilhe