Tudo sobre as câmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Tudo sobre as câmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Tudo sobre as câmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra

Tudo sobre as câmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra

Compartilhe

O Samsung Galaxy S20 Ultra está entre nós, e um dos seus principais destaques é a sua câmera traseira quádrupla que recebe um sensor com generosos 108 MP de resolução. É um conjunto fotográfico que pode fazer a diferença para aqueles que querem registrar os melhores momentos da vida com altíssima qualidade. Por isso, vamos olhar para a parte fotográfica desse telefone com maior atenção nesse post.

 

 

 

O que 108 MP podem oferecer

 

 

O novo sensor de 108 MP do Samsung Galaxy S20 Ultra possui uma lente f/1.8, sistema de estabilização ótica e a nova tecnologia Nonacell da Samsung (antes Tetracell), que funde pixels virtualmente para obter uma maior luminosidade em ambientes com pouca luz.

O Tetracell fundia quatro pixels entre si, em um quadrado de dois pixels em cada lado. Já o Nonacell tem grupos de nove pixels, com três em cada lado. A nova tecnologia pode fundir 108 MP em fotos de 12 MP, entregando muito mais luz na imagem, já que o tamanho do sensor é maior para captar toda a luz possível em uma cena.

Além disso, o sensor de 108 MP trabalha com uma lente com abertura f/1.8, que aporta ainda mais luz, além de um estabilizador ótico. Ou seja, é um sensor pensado na captura de muita luz quando é necessário, além de se manter estável quando o diafragma precisa ficar aberto por mais tempo.

 

 

 

156 MP para um zoom híbrido

 

 

O sensor telefoto de 48 MP com lente f/3.5 e estabilização ótica do Samsung Galaxy S20 Ultra é outro elemento importante. Ele também pode fundir os seus pixels e produzir fotos mais luminosas de 12 MP.

Na prática, o sensor de 108 MP tem um papel de apoio para o sensor de telefoto de 48 MP. Este último conta com 4 aumentos óticos, mas sobe para 10 aumentos abrindo mão do zoom híbrido e sem perdas. Isso é possível combinando as fotos das duas lentes. Sem falar no zoom de 100 aumentos com a ajuda do zoom digital, mas aqui temos uma grande perda de qualidade.

Para as outras duas câmeras, encontramos um sensor de 12 MP com lente ultra grande angular (f/2.4) e um sensor DepthVision, que é o ToF 3D para leituras de profundidade, para a leitura dos cenários para medir distâncias, trabalhando com a IA do telefone para aplicar o desfoque de fundo, ou efeito bokeh.

 

 

 

A luz é o fio condutor

 

Não podemos nos esquecer da câmera frontal de 40 MP do Samsung Galaxy S20 Ultra, que pode produzir fotografias de 10 MP com o mesmo recurso de pixels fusionáveis. Ou seja, todos os sensores do smartphone podem se fundir para obter mais luz sempre que necessário. Sem falar no software de câmera, que recebe novas funções em Single Take, e a gravação de vídeos em 8K, permitindo capturas de 30 MP durante as filmagens.

Em resumo, o Samsung Galaxy S20 Ultra aposta claramente na fotografia, onde a luz é o fio condutor de todo o hardware e software de um telefone que é sério candidato para ser o melhor smartphone fotográfico de 2020. Se ele vai conseguir? Só vamos descobrir no final do ano. Mas a proposta da Samsung é bem completa.


Compartilhe