Arquivo para a tag: camera

Samsung Galaxy S8 pode contar com sensor f/1.7 de 24 MP

by

galaxy-s7-camera

O avanço das câmeras nos smartphones continua, criando uma peculiar batalha entre os fabricantes. Sensores e número de megapixels ficam cada vez mais em evidência, e o site PhotoRumors aposta que a Samsung pode dar um salto relevante nesses dois aspectos com o futuro Galaxy S8.

De acordo com a fonte, os futuros smartphones top de linha dos coreanos podem integrar sensores de 24 megapixels com abertura f/1.7. O avanço aconteceria por conta da migração da equipe responsável pelas câmeras NX da Samsung ao departamento encarregado pelo desenvolvimento de câmeras para os seus smartphones.

O sensor integrado passaria a ser de 1/2.3″, com abertura f/1.7. E esse seria o primeiro passo até o real objetivo final: um sensor gigante de 1/1.7″, com uma incrível abertura f/1.4. Isso faria com que o Galaxy S8 recebesse provavelmente um sensor de 24 MP com objetivas especialmente rápidas para o foco.

Os usuários contariam com imagens de maior tamanho e resolução, mas com um comportamento ainda mais notável em condições de baixa luminosidade, com a capacidade de trabalhar com a profundidade de campo que oferecem essas aberturas.

É esperado que a Samsung também ofereça um aplicativo especialmente destinado a tirar proveito desse hardware. A ferramenta estaria baseada no sistema das NX, o que faria desse conjunto algo singular entre as câmeras de smartphones.

Por enquanto, tudo isso está com os dois pés na zona dos rumores. Vamos aguardar por novas informações.

Via 9To5GooglePhotoRumors

As novidades da nova câmera traseira do Samsung Galaxy S7

by

samsung-galaxy-s7

A câmera traseira do Samsung Galaxy S7 oferece um grande avanço em relação ao sensor presente no modelo anterior. Não só contará com 12 MP de resolução, mas todo o módulo de câmera é reformulado, com pixels individuais 56% maiores em comparação com o modelo anterior, e será a primeira vez que nos deparamos em um smartphone o foco Dual Pixel.

Neste caso, a detecção em fase é melhor do que a do contraste generalizado, já que só tem que medir a partir dos lados opostos da lente para averiguar onde e em que medida uma lente deve se mover para conseguir o foco adequado, fazendo com que o progresso do foco seja mais rápido. No caso da PDAF presente no Galaxy S6, até 10% dos pixels são equipados com fotodiodos, dispersando-os de forma estratégica através da área do sensor.

Galaxy-Dual-Pixel-infographic

O sensor Dual Pixel presente no Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge emprega dois fotodiodos para cada pixel, no lugar de utilizar os tais 10% para essa tarefa, como faziam os modelos anteriores. Isso quer dizer que o sensor Dual Pixel conta com 100% dos pixels equipados com fotodiodos. As implicações na velocidade do foco e precisão são altas, especialmente para objetos em movimento, capturas de fotos, gravação de vídeos e registro de imagens em locais pouco iluminados.

A câmera foi um dos itens de maior destaque do Galaxy S6, onde vários especialistas e sites elegeram o seu sensor como um dos melhores do mercado mobile. Ver como a Samsung trabalhou para tornar esse sensor ainda melhor é algo que chama a atenção. Positivamente, é claro.

Google explica porque o Nexus 5X tira algumas fotos ao contrário

by

nexus5x-alreves

Tem uma coisa importante sobre a parte fotográfica do Nexus 5X que você precisa saber: algumas das fotos registradas poderão ser exibidas ao contrário.

A notícia começou a ganhar força no Reddit, onde alguns usuários ficaram preocupados depois de descobrirem que algumas imagens registradas com o Nexus 5X eram exibidas ao contrário. Eino-Ville Talvala, engenheiro da Google, decidiu falar sobre o assunto, explicando por que isso acontece, e informando como a sua empresa pretende corrigir isso.

Talvala explica que o sensor de imagem do Nexus 5X foi colocado em uma orientação diferente da habitual (na horizonta) para se encaixar bem entre os circuitos do smartphone. Isso fez com que a Google precisasse utilizar um truque de software, para garantir que as imagens não ficassem giradas na tela (o app nativo do smartphone não sofre desse erro). Porém, muitos aplicativos de terceiros não foram atualizados com as últimas APIs liberadas pela empresa, o que resulta que a imagem capturada não é exibida na orientação correta.

Não será necessário devolver o Nexus 5X por conta desse problema. A Google garante que está pressionando aos desenvolvedores para que eles atualizem imediatamente os seus apps, deixando de provocar essa incômoda situação. Logo, esse problema deve ficar no deve passar de algo meramente anedótico, e em poucas semanas será solucionado pela Google.

Bom… assim esperamos.

Via XDA-Developers, SlashGearReddit

 

Os primeiros detalhes da câmera do Lumia 950 e Lumia 950 XL

by

lumia-950-camera

O pessoal da equipe responsável pelos sensores fotográficos dos smartphones Lumia sempre ofereceram muitas informações sobre a tecnologia por trás das câmeras dos seus melhores smartphones. Isso se repetiu com o Lumia 950, e temos nesse post os primeiros detalhes da câmera dos novos Lumia 950 e Lumia 950 XL.

Os dois smartphones chegarão ao mercado com 20 megapixels de resolução, algo inédito na linha Lumia. Mas não é só isso. O tamanho desse sensor é de 1/2.3 polegadas, um dos maiores do mercado fotográfico de smartphones. Combinando com a óptica Carl Zeiss, seu aparato técnico é preparado para oferecer mais detalhes da imagem, além de uma qualidade geral superior.

A estratégia da Microsoft para oferecer melhores fotos está no processamento das imagens para reduzir o ruído, que nesta geração de smartphones recebe o nome de “natural pixel processing”.

A câmera dos novos Lumia contam com uma abertura de f/1.9, com sensibilidade máxima de ISO 12800. São números que prometem ótimos resultados em ambientes com baixa luminosidade. A quinta geração do estabilizador ótico também merece destaque, especialmente no modo de vídeo, que é capaz de gravar com qualidade 4K a 30 fps, ou a 1080p com 60 fps.

Lumia_950_Marketing_04_White

Na parte física da câmera dos novos Lumia 950 e Lumia 950 XL, vale destacar o botão de disparo, que é mais direto e simples para gravar vídeos, além do flash LED triplo (RGB).

Mas o trabalho mais pesado para essa câmera está nas cenas onde a luz não é suficiente, e os recursos entram em ação para compensar isso. A citada abertura mais luminosa trabalha com tempos de exposição mais altos. O problema é que nessas cenas é fácil ter imagens tremidas. Nesse caso, a estabilização ótica e os controles automáticos escolhem a melhor opção para que a imagem não saia tremida, dependendo do tipo de cena a cer registrada.

Entre as novas opções, uma curiosa chama a atenção: o uso de duas exposições diferentes em uma mesma imagem. A exposição mais longa é para os locais com objetos estáticos, e a mais curta são para as imagens que podem sair tremidas se o tempo de exposição for maior.

Via Phone Arena

Lumia Camera já está disponível no Windows Phone 8.1

by

nokia-camera-app-windows-phone-lumia-1020

O Lumia Camera será o aplicativo de câmera padrão do Windows 10, mas você não terá que esperar o lançamento da nova versão do sistema operacional da Microsoft para utilizá-lo. Já está disponível a versão desse aplicativo compatível com os dispositivos Windows Phone 8.1, e compatível com qualquer smartphone, e não apenas da Nokia ou da Microsoft.

Infelizmente, existem alguns detalhes que precisam ser solucionados, como alguns problemas pendentes de compatibilidade. Sem falar que um dos modos mais interessantes, o Rich Capture, segue sendo exclusivo dos modelos Lumia.

De qualquer forma, e mesmo com falhas, ele ainda é um dos melhores aplicativos para registrar fotos no Windows Phone, de modo que sua instalação é mais do que recomendada.

Via Windows CentralMicrosoft Store

 

Uma câmera que pode gravar para sempre, por conta da luz capturada

by

cave-01

O laboratório CAVE da Universidade de Columbia desenvolveu uma câmera que conta com um sensor converte a luz solar em eletricidade, que pode alimentar os seus componentes, tornando esse um dispositivo de funcionamento perpétuo.

O truque da câmera está nos fotodiodos, um elemento comum nos sensores fotográficos e nos painéis de recarga, que coletam permanentemente a energia, além de conduzir a mesma para os componentes. No momento, ele são capazes de captarem 1.200 pixels (30 x 40) em preto e branco, e é necessária uma grande quantidade de luz no ambiente para que a câmera funcione sem energia externa.

Ela é capaz de registrar uma imagem por segundo, mas pode fazer isso para sempre – ou enquanto houver luz.

cave-02

Os dois processos não se realizam ao mesmo tempo. Os fotodiodos captam a luz por 15 milissegundos para registrar a imagem, que é transferida até um dispositivo externo. Depois, se troca o uso para a captura de energia, como um painel solar.

O resultado da animação registrada ainda é bem borrado, e não chega aos pés da pior câmera do mercado. Mas o caminho aberto pelo CAVE mostra que o projeto tem muita margem de melhora, especialmente em um campo tão delicado como é a autonomia dos gadgets.

Vídeo de demonstração a seguir.

 

Via CAVE

Samsung Galaxy S6 pode ter o mesmo sensor fotográfico do Note 4

by

650_1000_s6-camara

O site SamMobile levanta a hipótese do Samsung Galaxy S6 contar com um sensor de 16 megapixels (IMX240), o mesmo presente no Galaxy Note 4. Antes era dito que o novo top de linha dos coreanos receberia um sensor de 20 megapixels fabricado pela própria Samsung.

A notícia é excelente, pois a câmera do Galaxy Note 4 é uma das mais elogiadas dos últimos meses. Fontes próximas à Samsung revelam que o IMX240 receberá melhorias na sua integração com o Galaxy S6, com foco no objetivo da câmera como no seu software para capturas.

Um dos focos de atenção foi o comportamento da câmera em condições de baixa luminosidade, algo que os últimos teasers da Samsung insinuam tal prioridade. Uma mensagem na conta oficial da Samsung Mobile no Twitter enviada na semana passada falava sobre um ‘find clarity in darkness’ (ou ‘encontre a claridade na escuridão’) torna essa ideia ainda mais coerente.

Via SamMobile

Toshiba apresenta módulos de câmera para o Project Ara

by

650_1000_toshibamodules

Na próxima Mobile World Congress de Barcelona, veremos várias novidades sobre o Project Ara, smartphone modular da Google. Não sabemos se ele aparecerá de forma oficial, mas muitos fabricantes de módulos apresentarão protótipos e conceitos. Uma das fabricantes que apostam no projeto é a Toshiba, que mostram os seus módulos para câmeras.

A Toshiba apresentou alguns desses módulos na Modular Phones Forum. Não são produtos finais, mas ao menos sabemos que teremos versões com 5 e 13 megapixels, além de um módulo de 2 megapixels para a câmera frontal.

Nessa primeira fase, vemos câmeras básicas e funcionais, que passarão por mais três fases de desenvolvimento, que será concluído em 2016. O vídeo abaixo mostra o módulo de 5 megapixels em funcionamento.

A câmera é um dos módulos considerados essenciais, que fazem todo sentido em um smartphone para a maioria dos usuários. Mas o verdadeiro interesse da plataforma parece estar nos módulos especiais, com funcionalidades não habituais, mas muito úteis em casos específicos.

Mais fotos dos módulos da Toshiba a seguir.

650_1000_projectaracamera devplan 5mp 13mp

Via PetaPixel

Você, famoso… quer evitar ter suas fotos roubadas do smartphone? Use uma Polaroid!

by

650_1000_polaroid

Não é sacanagem. Estou falando sério. A atriz Kaley Cuoco (da série The Big Bang Theory) fala com todas as letras que ‘as Polaroids são a melhor opção’ para os famosos manterem a sua privacidade intacta, sem correr riscos de ter suas fotos caindo em mãos alheias.

Cuoco foi uma das afetadas pelo vazamento das fotos íntimas (o ‘Celebgate’), depois de um hacker obter as credenciais do iCloud de várias celebridades. A atriz não foi a única a optar pelas Polaroids. As cantoras Lana Del Rey e Miley Cyrus também adotaram as icônicas câmeras, assim como a atriz Jennifer Garner, que admitiu ter ‘fotos sexis via Polaroid’ dela com o seu marido, o ator Ben Affleck.

Fato é que a escolha tem o seu sentido. Bem antes dos smartphones ou das câmeras digitais, as pessoas eram obrigadas a tirar fotos e levar para um local de revelação das imagens. E isso faria com que o seu conteúdo fosse facilmente violado. Com as Polaroids, o processo é encurtado, já que a própria câmera gera a foto.

Porém, depois da era da fotografia digital, tudo mudou. A Polaroid (empresa) entrou em crise, inclusive declarando bancarrota. Mas isso não significa que a Polaroid (câmera) está morta. Os lançamentos continuam, e em 2010 a sua tecnologia foi resgatada pelo The Impossible Project, que utiliza algumas das antigas fábricas da Polaroid para fabricar novos cartuchos para essas câmeras, além de vender algumas câmeras antigas.

Aliás, os famosos não são os únicos interessados nesses produtos. Nos últimos 10 meses, os clientes do The Impossible Project entre 18 e 25 anos aumentou em 75%, optando por algo mais tangível que o formato digital. Além disso, foram alugadas e vendidas mais de 30 mil câmeras, e o número de cartuchos vendidos para Polaroids dobrou nos últimos seis meses. Para 2015, esses números podem duplicar.

Mas esses números são estatísticos e teóricos. A adoção das Polaroids por parte das celebridades pode dar uma bela ajuda para a empresa. Um exemplo disso é o fato da cantora Taylor Swift incluir várias fotos Polaroid no seu novo disco como conteúdo extra, e o próprio CEO da empresa reconhece que suas câmeras voltaram a despertar o interesse do consumidor.

Mais seguro que o iCloud? Com certeza. O que não impede que algum alheio assalte a sua casa, e leve junto as suas fotos registradas pela instantânea. Ou que você faça como Miley Cyrus, que tira uma foto com a Polaroid para depois mandar a imagem para a internet.

Via The Guardian

Android L promete “revolucionar” a câmera do Android, com controle manual e RAW

by

camera-android-l-4

Vamos admitir: o aplicativo nativo de câmera do Android é, até agora, “limitado” (para não dizer que é uma porcaria). A ausência de controles manuais e contar apenas com três modos de funcionamento (visualização prévia, modo foto e modo vídeo) não permite que os usuários extraiam o máximo das possibilidades fotográficas desde a primeira utilização do dispositivo.

As alternativas de terceiros são muito mais completas, e vocês bem sabem disso. Porém, a nova API que a Google vai integrar no Android L pode mudar de forma radical esse cenário, já que muitas melhorias são prometidas para o aplicativo nativo e para os futuros apps de outros desenvolvedores.

Uma das mudanças fundamentais da nova API é uma melhora substancial da velocidade de captura, graças ao novo sistema de escolha de preferências, que será específico para cada dispositivo, e para cada modo de captura. As imagens contarão com uma configuração própria, que até agora era compartilhada em alguns casos, o que deixava o processo de captura mais lento.

650_1000_camera-android-l-1

 

Os controles manuais e o formato RAW finalmente chegarão aos dispositivos Android

A mudança que deve ser melhor recebida pela comunidade Android é a chegada dos controles manuais. A API do Android L oferecerá a possibilidade de configurar aspectos como a velocidade do obturador, o nível de ISO, o foco, o balanço de branco ou a exposição.

Não só isso: também será possível estabelecer outros formatos de captura além do JPEG, podendo escolher modos como YUV para o espaçamento de cor, ou o modo RAW/DNG, para manter toda a informação da foto capturada e realizar um pós processamento completo da imagem, para fins específicos.

camera-android-l-3

A eliminação das diferenças entre “modo foco” e “modo vídeo” também implica em melhorias. Por exemplo, será possível tirar uma série de fotos ou registrar imagens na máxima resolução enquanto gravamos um vídeo, ou gravar vídeos com HDR. A  Google destaca o modo HDR+ para o Nexus 5 como exemplo do que a nova API do Android L é capaz de oferecer aos dispositivos Android.

 

Uma grande revolução fotográfica

Esta nova API é compatível com o Nexus 5 que contam com a versão do Android L para desenvolvedores, e é uma manobra importante para melhorar uma das funções mais valorizadas pelos usuários de smartphones.

camera-android-l-2

Em breve, veremos como os desenvolvedores de terceiros vão tirar partido dessas opções. Levando em conta os novos dispositivos e as novas opções de câmeras para Android (como no caso do Samsung Galaxy K Zoom), o futuro parece ser bem promissor (desde que os fabricantes ofereçam um sensor decente, é claro).

Os aplicativos que se apoiam na função fotográfica também podem se beneficiar. Soluções como Camera360, VSCOCam e Instagram (entre muitas outras) terão que ou competir com o aplicativo nativo melhorado, ou repensar a sua estratégia, oferecendo inovações que certamente prometem muitas surpresas (positivas) aos usuários.

 

Via Anandtech

Câmera do Android pode ser disparada pelo relógio com Android Wear

by

android_wear_camara_3

A última atualização do aplicativo de Câmera da Google para o sistema Android passa a permitir que os dispositivos com Android Wear possam ser utilizados para capturar fotos de forma remota, facilitando assim as fotos em grupo. Além disso, o uso de um controle remoto para fotos é muito utilizada por fotógrafos profissionais.

Entre as opções que oferecem essa integração, está o uso da tela do relógio para ver a imagem capturada, além do próprio disparador. Por outro lado, ainda não é possível utilizar a tela do relógio como visor da câmera, mas supomos que tal opção deva aparecer em um futuro não muito distante.

Os dispositivos Android que já contam com a Câmera da Google já estão sendo atualizados. Mas se você for um dos mais apressados, é possível fazer o download da nova APK no site Droid Life.

Como bônus, temos um novo vídeo promocional do muito esperado Moto 360, a seguir.

 

Já é possível realizar streaming de vídeo a partir do Sony Xperia Z2

by

sony-xperia-z2

A Sony anunciou o lançamento de um novo aplicativo de câmera, que permite que o seu Xperia Z2 se transforme em um dispositivo capaz de oferecer transmissões de vídeo ao vivo. A ferramenta se chama Live on YouTube, e oferece o recurso de streaming de vídeo daquilo que é gravado.

Existem algumas limitações: o vídeo deverá ter uma duração máxima de 15 minutos, com uma resolução limitada a 480p. Além disso, o usuário terá que ter uma conta do YouTube com a opção de transmissão de broadcast ativa.

Nem todos os mercados onde o Xperia Z2 está presente receberão o recurso de transmissões ao vivo. Mesmo assim, esta é uma interessante evolução do aplicativo de câmera em relação à versão anterior do recurso, que também permitia o broadcast, mas no Facebook.

É esperado que a Sony ofereça esta opção não apenas no Xperia Z2, mas também em outros dispositivos da empresa.

Via CNET

Cuidado! A câmera do seu smartphone Android pode estar te espionando!

by

lg-g3-camera

Alguns de vocês já devem ter lido ou ouvido falar do RAT, uma ferramenta de administração remota que, entre outras coisas, usam as webcams de PCs e smartphones para espionar os usuários. Agora, esse problema parece ficar mais evidente nos dispositivos Android.

O especialista em segurança Syzmon Sidor desenvolveu um método para “sequestrar” as câmeras de smartphones e tablets com o sistema Android. O procedimento é um tanto quanto complexo, mas os resultados são preocupantes.

O Android naturalmente solicita ao dispositivo de câmera mostre uma pré-visualização do que se vê, para que o usuário saiba que ela está ativa. Evitar isso foi impossível, como também a tentativa de fazer com que a pré-visualização fosse transparente, ou que outros aplicativos se sobrepõem à ela. Para solucionar o problema, Sidor obrigou a esta pré-visualização a ocupar um único pixel, algo engenhoso e que torna praticamente invisível tal visualização prévia. E isso permite que o aplicativo de câmera funcione sem que o usuário perceba.

O resultado foi gravado em um Nexus 5, e como afirma o seu criador, esse sistema de hacking é “surpreendente e aterrador ao mesmo tempo”. Esperamos que a Google corrija essa falha o quanto antes, jã que o pesquisador considera esse erro “injustificável”.

 

Via DailyDot

LG G3 contará com um novo sistema de foco automático por laser

by

lg-g3-camera

Pra quê segredos, não é, LG? Já conhecemos praticamente tudo sobre o LG G3, que será anunciado no dia 27 de maio. Agora, mais um interessante detalhe sobre o smartphone relevado: sua câmera contará com um novo sistema de foco por laser, para aumentar a velocidade do foco automático.

O site The Verge garante que tem a confirmação que tal função estará presente no LG G3. Não há muitos detalhes sobre o seu funcionamento, mas basicamente a câmera traseira (de 13 megapixels) contará com um foco por laser, que aumentará a velocidade do foco automático e do tempo em que o smartphone val demorar para registrar uma foto.

A velocidade do foco é algo que todos os fabricantes buscam melhorar, e essa nova função do LG G3 chega em um momento adequado. A informação se une às supostas especificações vazadas do smartphone, já publicadas até em fotos de um suposto evento fechado da LG.

Nossas atenções na próxima terça-feira estarão voltadas alguns dos eventos mundiais de apresentação do LG G3, para contar para vocês todas as novidades. Fiquem ligados!

Via The Verge

Apple tenta melhorar a câmera do iPhone com a patente da “super resolução”

by

650_1000_applesuperresolucion-1

A Apple apresentou uma nova patente onde é descrita uma inovadora tecnologia que, na teoria, vai permitir um drástico aumento na resolução das fotos capturadas com a câmera dos seus futuros iPhones, sem a necessidade de aumentar o número de fotodiodos ou pixels do sensor.

A patente descreve essa tecnologia com o termo “modo de super resolução”. Porém, muitos podem imaginar – sem ler o documento, é claro – que para aumentar a resolução sem modificar o número de fotorreceptores do sensor, seria necessário realizar algum tipo de “truque”.  O que os engenheiros da Apple pretendem fazer é combinar a tecnologia de estabilização óptica e o disparo rápido para registrar uma sequência de fotos que, posteriormente, serão analisadas pelo software de processamento do smartphone, para assim gerar uma única imagem com uma resolução mais elevada.

applesuperresolucion-2

A técnica faz com que o sensor seja levemente deslocado, registrando várias fotografias. Lembra muito a tecnologia utilizada pela Hasselblad no seu sistema H, e oferece resultados positivos. Porém, provavelmente terá as mesmas limitações presentes na tecnologia da empresa sueca: o objeto a ser fotografado deve permanecer imóvel, e as condições de luminosidade ambiental não devem mudar se quisermos obter o melhor resultado possível.

Talvez essas dúvidas sejam eliminadas quando a Apple colocar essa tecnologia em prática (se é que algum dia a mesma será incorporada em algum dos seus smartphones).

650_1000_applesuperresolucion-3

Via Imaging Resource 

Facebook “mata” os aplicativos Poke e Camera (mas ninguém se importa com eles)

by

Facebook-pocke-camera-cerrados

Apenas para o registro geral, já que essa notícia não vai mudar em nada na sua vida: o Facebook eliminou os seus aplicativos Poke e Camera.

A gigante das redes sociais eliminou os dois aplicativos da App Store, e o motivo não é outro senão as baixas audiências registradas pelos dois apps. O Poke foi lançado há dois anos, e seu objetivo era o envio de textos, fotos ou vídeos em modo privado para seus contatos no Facebook, com uma data de expiração determinada, promovendo a auto-destruição dos mesmos. No estilo do Snapchat.

Já o Camera permitia o registro de fotos, aplicar determinados filtros e compartilhamento em sua conta. Ou seja, quem precisa dele quando o Facebook compra o Instagram um mês antes da estreia do aplicativo?

Bom para a App Store, que tem menos dois aplicativos para procurar na sua base de dados…

Via The Verge

Google lança o seu aplicativo de câmera para dispositivos Android

by

google-camera

O Google acaba de lançar um novo aplicativo que não vai deixar fabricantes como LG, Samsung ou HTC muito contentes. O “Câmera do Google” chega para substituir a câmera do nosso dispositivo, oferecendo efeitos e modos bem atraentes.

Dentre as novidades, temos a integração do efeito esférico, e um novo modo de foco seletivo, que permite a escolha foco da cena depois do disparo realizado. Para obter tal efeito, é preciso mover lentamente o telefone depois de registrar a foto.

Os demais modos já são conhecidos por todos: modo esférico, foto panorâmica, gravação de vídeos, entre outros. As opções de ajuste no modo de foto são bem escassas, permitindo apenas ajustar o modo de disparo de flash e a exposição.

Se você quer testar o novo aplicativo de câmera do Google, basta acessar a página do aplicativo na Play Store (ATENÇÃO: não está disponível para todos os dispositivos – dos que tenho listado em minha conta, só foram aceitos aqueles que contam nesse momento com o Android 4.4.2 KitKat.

Vídeo mostra a interface personalizada do aplicativo de câmera do Windows Phone 8.1

by

windows-phone-8-1-camara-app

Os vazamentos relacionados ao Windows Phone 8.1 continuam. O item protagonista da vez é o seu aplicativo de câmera, batizado sugestivamente com o nome Microsoft Camera.

O site Unleash The Phones publicou um vídeo que mostra algumas novidades da nova interface do aplicativo, como por exemplo a incorporação de novos botões na lateral direita, dedicados à captura de imagens (com três opções). No lado esquerdo da tela, temos um maior nível de personalização, permitindo a escolha dos itens de ajustes da câmera (flash, ISO, resolução, etc) que você quer ver na tela. São até cinco itens diferentes para o usuário escolher.

A seguir, o vídeo com a demonstração do novo app da câmera do Windows Phone 8.1.

 

Via Unleash The Phones

LG promete opções de fotografia e vídeo notáveis no G2 Pro

by

650_1000_lg-g-pro-2-1

A LG está preparando o lançamento do LG G2 Pro, o novo smartphone top de linha da empresa. Ainda que alguns detalhes sejam conhecidos – como por exemplo a manutenção dos botões na parte traseira do dispositivo -, agora chegam comentários oficiais sobre as características de fotografia e captura de vídeo.

A LG sabe a relevância desses itens para os usuários, e a empresa fala de uma atualização no sistema de estabilização óptica de imagem, chamada Electro Image System, que vai permitir as capturas com o sensor de 13 megapixels entreguem uma qualidade ainda maior no resultado final.

Além disso, o LG G2 Pro contará com um sistema de gravação em câmera lenta, com uma velocidade até 25% da normal. Também poderá ser possível gravar vídeos UHD a 3840 x 2160 pixels. Imagina-se que a interface de uso da câmera, tanto na captura de fotos como na de vídeos, receba mudanças sensíveis, para integrar as novas funções.

O LG G2 Pro será apresentado na Mobile World Congress 2014 de Barcelona, que acontece no final do mês de fevereiro. Vamos ficar atentos sobre os demais detalhes, principalmente aqueles que envolvem as características técnicas do dispositivo.

Via Engadget

Apple registra duas patentes de lentes intercambiáveis para o iPhone

by

650_1000_14.01.28-Camera-1

A Apple tem em seu iPhone uma das melhores câmeras em smartphones, mas sempre é possível melhorar. As duas novas patentes que o pessoal da Apple Insider apresenta refletem a proposta do pessoal de Cupertino para oferecer mais opções na hora de melhorar o resultado final de captação de imagem.

Uma das soluções de patentes seria um case que inclui diferentes aspectos para potencializar a câmera de um smartphone, seja adicionando lentes, um sensor melhor ou até um sistema de estabilização de imagem.

650_1000_AppleCameraPatent

A segunda patente mostra um sistema que lembra os acessórios que já existem para o iPhone, que de forma simples acopla um acessório, uma angular ou uma lente macro. A visão da Apple para esse acessório é baseado em ímãs, que habilitariam o controle do acessório a partir do próprio telefone, podendo ser, por exemplo, um zoom muito compacto com o seu próprio motor.

Via Apple Insider