A Sony apresentou na IFA 2018 o Sony WH-1000XM3, nova geração dos fones de ouvido da série 1000X, sem fio e com cancelamento de ruído.

O novo modelo traz um sistema de cancelamento de ruído implementado, que não apenas suprime os ruídos de baixa frequência, mas também silencia os ruídos de média e alta frequência, que são os que tradicionalmente mais problemas trazem ao cancelamento de ruído.

Vozes de conversas próximas, ruídos sem padrão constante como nas ruas cheias de carros, música e outros são suprimidos pelo processador específico para o cancelamento de ruído, o QN1, que entrega um desempenho quatro vezes maior nesse aspecto.

 

 

A tecnologia entrega três modos de supressão de ruído: ouvir os sons ambiente, escutar levemente enquanto ouvimos música, ou imersão total enquanto viajamos de ônibus, trem ou avião.

Poucas foram as mudanças no design do Sony WH-1000XM3. O diadema deixa de ser de metal e adota o plástico, o que deve explicar o peso menor do novo modelo, deixando de lado um detalhe menos premium em fones de ouvido que são considerados caros.

O diadema é menos grosso e um pouco mais largo, sendo teoricamente mais confortável e leve na cabeça, além de deixar menos espaço entre o diadema e a cabeça.

 

 

Sua bateria conta com uma autonomia de até 30 horas no modo de uso sem fio e com o cancelamento de ruído ativo, e é recarregada via USB-C. Aliás, a porta serve apenas para a carga, e não para ouvir música com o smartphone, onde você usa a porta de 3.5 mm ou o Bluetooth.

A bateria também conta com recarga rápida, que oferece cinco horas de reprodução sem fio com apenas 10 minutos de recarga. O produto possui microfones para maior clareza nas comunicações.

O Sony WH-1000XM3 tem preço sugerido de 380 euros, e chega ao mercado em setembro. Seu preço pode variar de acordo com o mercado onde será comercializado.