Seis dicas para proteger os seus dados na internet | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Seis dicas para proteger os seus dados na internet | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Seis dicas para proteger os seus dados na internet

Seis dicas para proteger os seus dados na internet

Compartilhe

Se você está preocupado com tantos escândalos de violação de privacidade e vazamento de dados na internet, esse post é para você. Não adianta nada se preocupar com a vulnerabilidade na web se você não toma medidas plausíveis e racionais para proteger os seus dados.

Nesse post, deixamos algumas dicas que podem ser úteis no esquema “melhor prevenir do que remediar”.

 

 

Use um gestor de senhas

Em caso de vazamentos de dados em massa, um gestor de senhas pode proteger a imensa maioria de suas contas. Mesmo porque é fundamental você ter senhas diferentes e únicas para serviços diferentes (não repita a mesma senha em todos os serviços, por favor).

 

 

Mude o DNS do roteador

O modo anônimo do navegador não é o suficiente. Mude o DNS padrão por outro que tenha maior foco na privacidade. O 1.1.1.1 do Cloudflare já é muito bem vindo, e o Warp, também do Cloudflare, pode ser a melhor alternativa para smartphones Android e iOS.

 

 

Use a autenticação em dois passos

É uma segunda capa de segurança para as suas contas, pois mesmo que alguém descubra a senha, essa pessoa ainda terá que superar o segundo passo que, muito provavelmente, é quando você é avisado que a tentativa de invasão está acontecendo.

 

 

Utilize uma VPN

Vai se conectar em uma rede WiFi pública? Uma VPN vai garantir a codificação das informações que você vai enviar e receber, evitando que qualquer pessoa acesse os seus dados. Mas tome prudência na hora de escolher uma VPN gratuita, pois não existe almoço grátis (seus dados podem ser vendidos para anunciantes).

 

 

Codifique todos os seus dispositivos

Isso é muito importante. Se o conteúdo do seu dispositivo não está codificado, qualquer pessoa com acesso ao mesmo pode fazer o que quiser com os seus dados. Só leva alguns minutos para codificar os dispositivos, mas isso economiza grandes dores de cabeça. E não apenas computadores e smartphones podem ser codificados, mas também unidades de armazenamento.

 

 

Use apps de mensagens codificados

É um complemento da dica anterior. A codificação de ponta a ponta (ou end-to-end) em aplicativos de mensagens instantâneas aumentam as chances de apenas você e o destinatário da mensagem tenham acesso ao conteúdo. Hoje, WhatsApp, Telegram e o Signal contam com o recurso, mas apenas o último tem real foco na privacidade.


Compartilhe