Compartilhe

 

ATUALIZADO EM 11/08/2019 @ 18h05: foi a própria Samsung que gerou a confusão. Primeiro, a empresa liberou um vídeo afirmando que o Galaxy Note 10 contaria com aço inoxidável fundido com o vidro. Depois, o vídeo que contava com essa informação (repito, vídeo liberado pela própria Samsung) foi retirado do YouTube, e re-enviado, confirmando que o modelo conta com acabamento em alumínio, como a maioria dos modelos top de linha do mercado. Como achamos o tema interessante, vamos manter o post, com as respectivas retificações sobre a notícia.

 

A nova família de smarpthones Galaxy Note 10 da Samsung foi apresentada de forma oficial, e no meio de tantas novidades, os telefones também se destacam pelo seu design com bordas mínimas rodeando a tela, e a sua elevada relação tela-corpo.

Mas um detalhe gerou confusão antes e depois do seu anúncio oficial: a Samsung deu a entender que deixou de usar o alumínio para o chassi do Galaxy Note 10 e Note 10+ em favor do aço inoxidável, material altamente resistente à corrosão e uma aparência muito atraente quando o mesmo está polido.

No final das contas, a Samsung fez a correção, e os novos modelos top de linha contam com alumínio. Mas vamos ver quais seriam as vantagens e desvantagens do uso do aço inoxidável em um smartphone. E a sua característica mais importante é que este é um material muito mais resistente.

 

 

As vantagens e desvantagens do aço inoxidável

 

 

A resistência mecânica do aço inoxidável supera (e muito) a da maioria dos materiais baseados em alumínio, e por isso esse é o material preferido para produtos que devem entregar uma grande durabilidade: relógios de luxo, peças de automóveis e, no nosso caso em particular, smarpthones premium. Em comparação com o alumínio, o aço inoxidável resiste melhor aos golpes e à torção.

Por outro lado, temos algumas desvantagens nessa escolha. O aço inoxidável é mais pesado e mais complicado para aplicar as cores. Também tem pior condução de calor, e os arranhões serão mais visíveis na sua superfície.

O principal motivo para os fabricantes de smartphones optarem pelo alumínio é o o custo do produto e a modelagem do material, que é bem inferior ao aço.

A Apple substituiu o alumínio pelo aço inoxidável no iPhone X de 2017, e repetiu a estratégia nos últimos iPhone XS e iPhone XS Max de 2018. O mesmo não acontece com o iPhone XR, que utiliza o alumínio.


Compartilhe