É a polêmica do momento no mundo da telefonia móvel. Mais do que vazamentos, mais do que trapaças em benchmarks ou de obsolescência programada. O notch ou monocelha na tela é o grande motivo da divisão dos povos entre os entusiastas de tecnologia.

Para você, novato, que pensa que o notch nasceu no iPhone X, saiba que você está bem errado. O primeiro smartphone a contar com essa característica de design é o Essential Phone.

Se bem que, se você é mais rigoroso com a história da tecnologia, nem o Essential Phone foi o primeiro.

 

 

Afinal… quem utilizou o notch pela primeira vez?

 

 

Tecnicamente foi o LG V10 de 2015. O modelo tinha o notch, mas era diferente, ficando alinhado dos lados esquerdo e direito, apresentando uma segunda tela. O modelo fez sucesso em alguns países, mas longe de alcançar a popularidade do iPhone.

Porém, foi o suficiente par ao notch ser notado, especialmente em outro tipo de implementação. O Essential contava com um notch pequeno e fácil de ser ignorado. As suas 100 mil unidades vendidas não foram suficientes para o detalhe de design incomodar o grande público.

 

 

 

O importante papel da Apple

 

 

A Apple não inventou o notch, mas com certeza o popularizou. Aliás, a empresa não vem sendo inovadora nas últimos anos, mas consegue pegar algo que é comum e interessante nos outros para transformar em item da moda.

A Apple também não foi a primeira a contar com reconhecimento facial, leitor de digitais e tela sem bordas. Na verdade, não foi a primeira em muitas coisas. Mesmo assim, popularizou várias dessas características. Por causa dela, agora é normal ter smartphones sem bateria removível ou telefones sem saída de áudio.

O iPhone X foi a primeira tentativa de reduzir as molduras e implementar a recarga de bateria sem fio, e depois de anos das demais.

 

 

E as demais? Com medo de arriscar?

 

 

O notch é a tendência do mercado, goste você ou não. Apesar de muitos considerarem que a Huawei copiou tal detalhe na linha P20, a história não é bem essa. Os asiáticos afirmam que pensam no notch há quatro anos (pelo menos), mas decidiu apostar em um terreno seguro, mantendo o design simétrico que os clientes já estão acostumados.

Porém, depois de ver o sucesso do iPhone X, a Huawei percebeu que estava na hora de seguir com o notch nos seus dispositivos. Por outro lado, percebeu também que perdeu a chance de ser a primeira a apresentar o notch ao mundo.