TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Qual é o melhor material para construção de um smartphone? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Qual é o melhor material para construção de um smartphone?

Qual é o melhor material para construção de um smartphone?

Compartilhe

O material adotado para a construção do smartphone tem muita relevância para o dispositivo. Tanto para a sua concepção quanto para o valor final. Porém, algumas pessoas ficam na dúvida sobre qual é o tipo de material mais adequado para o perfil de uso individual.

Muitos especialistas emitem diversas opiniões sobre o assunto, mas a forma mais justa para abordar a questão é mesmo apresentando as vantagens e desvantagens de cada material.

E é sobre isso o que vamos falar neste post: apresentar os materiais mais utilizados para a construção de smartphones, e quais são os principais pontos positivos e negativos de cada um deles.

 

 

 

Metal

São smartphones com chassi de alumínio e corpo Unibody, e se mantiveram por muitos anos como sinônimo de telefone top de linha. Até que a Apple abandonou este acabamento no iPhone 8 de 2017, e os demais fabricantes tomaram a mesma decisão.

 

Vantagens

  • Dá uma sensação de qualidade única ao toque e à vista.
  • Eles podem ajudar a dissipar o calor interno atuando como radiadores.
    É um material muito resistente.
  • Permite acabamentos preciosos verdadeiramente únicos, típicos da joalharia.

 

Desvantagens

  • Eles geram muita interferência e podem bloquear os sinais de rádio, afetando as conexões 5G, 4G LTE e wi-fi.
  • Embora sejam muito resistentes, quando são marcados por arranhões, ou quando recebem algum dano importante, são muito visíveis e bastante feios.
  • É um material que pode aumentar significativamente o custo do smartphone, especialmente ao usar aço ou titânio.

 

 

 

Plástico

É conhecido por ser um material barato e resistente, mas alguns plásticos de alta qualidade (como é o caso do kevlar) podem ser caros. Nesse momento, a grande maioria dos smartphones de entrada e linha média são construídos em plástico.

Vantagens

  • É um material barato (com poucas exceções).
  • Ele amortece choques e quedas muito bem, e não é facilmente danificado.
  • Não gera interferência nem isola sinais de rádio.
  • Alguns acabamentos transmitem boas sensações ao tato e conseguem uma boa aderência.

 

Desvantagens

  • Não transmite aquelas sensações “premium” ao toque ou aos olhos que temos com o metal e o vidro.
  • O plástico pode atuar como isolante e não ajuda a dissipar o calor.
  • É mais vulnerável aos efeitos do calor, incluindo descoloração por exposição à luz solar.

 

 

 

Vidro

Os smartphones não são exatamente todos de vidro. Na verdade, existe uma combinação de vidro com metal, onde o chassi é metálico e as folhas ou paredes frontal e traseira são de vidro. O iPhone 13, por exemplo, usa essa combinação em sua construção.

 

Vantagens

  • Sensações ao tato e aos olhos, já que é um acabamento premium de que você gosta muito.
  • O vidro não gera interferência de rádio, nem atua como isolante.
  • Oferece alta resistência a arranhões e calor.

 

Desvantagens

  • Aumentar o preço de venda do terminal.
  • O reparo de dispositivos se torna mais complexo e caro.
  • Fragilidade antes das quedas e todos os problemas associados à quebra de um vidro.
  • Suja facilmente e requer limpeza frequente.

 

 

 

Cerâmica

É a alternativa ao vidro, mas não é muito utilizado pelos fabricantes. É mais resistente aos arranhões, mas é ainda mais frágil quando ocorre uma queda, além de ser bem mais caro do que um smartphone revestido por vidro tradicional.

 

Vantagens

  • Oferece muito boas sensações ao tato e à vista, sendo considerado o acabamento premium “quintessencial”.
  • A cerâmica também não gera interferência de rádio, nem atua como isolante.
  • É mais resistente a arranhões do que o vidro.

 

Desvantagens

  • O preço de venda do smartphone é muito mais caro.
  • Os reparos ficam mais complicados e mais caros.
  • Maior fragilidade na queda: um golpe forte, mesmo de baixa altura, pode ter efeitos desastrosos.
  • É um material rígido e inflexível.
  • Suja facilmente e requer limpeza frequente.

Compartilhe