Qual é a do Fleets, o Stories do Twitter?

Compartilhe

O Twitter ainda resistia à tentação em copiar o Snapchat e o Instagram, mas decidiu sucumbir aos Stories, que no microblog se chama Fleets. O recurso permite a publicação de tweets temporários que se apagam automaticamente depois de 24 horas.

Segundo o Twitter, o recurso responde ao problema daqueles usuários que não se sentem cômodos na hora de publicar mensagens pelo fato das mesmas poderem ser vistas e respondidas por qualquer pessoa. Na prática, o Fleets valem para tweets com contexto e relevância durante um curto período de tempo.

 

 

 

Tweets em forma de stories

 

 

Para resumir, os Fleets são os Stories do Twitter, pois só ficam publicados por 24 horas. Um novo segmento específico permite a publicação e visualização de Fleets, exatamente no mesmo formato de outros aplicativos de redes sociais que oferecem funcionalidades semelhantes.

Outro diferencial dos Fleets em relação aos tweets é que os mesmos só podem ser vistos por pessoas que seguem o usuário, e não podem receber likes ou retweets. As respostas também só podem ser dadas por quem seguem a conta e não são públicas, mas suportam emojis como reações.

 

 

 

 

O Fleets por enquanto só funciona no Brasil, em caráter de testes. Dependendo da resposta dos nossos internautas, o recurso se tornará uma funcionalidade global.

 

 

 

 

 

Será que vai?

 

 

O Fleets é uma mudança relevante para o Twitter, que procurou manter a sua essência de microblog o quanto pode. Primeiro mudou os 140 caracteres de limite na mensagem para 280 caracteres. Depois, permitiu mensagens diretas com número de caracteres ilimitados, além de permitir sequências de mensagens mais longas.

O Fleets vai distanciar ainda mais o Twitter do seu conceito original, mas é um recurso que pode ser interessante para manter um histórico de perfil com tweets mais relevantes e atemporais, deixando as coisas que podem sair de contexto nas mensagens correntes para os Stories, tal e como acontecem com outras plataformas.

Por outro lado, alguns internautas brasileiros já começaram a reclamar do Fleets por um único e justo motivo: muita gente entende que não precisamos dessa funcionalidade. Afinal de contas, por que vamos ter o mesmo que outras plataformas, tirando assim a chance do Twitter ser diferente dos outros.

Aliás, a impressão que fica é que os responsáveis pelo Twitter ainda não entenderam que as pessoas ainda utilizam o microblog por ele ser diferente de outras plataformas, que estão ficando cada vez mais similares nos seus recursos e funcionalidades. E isso é tudo o que os fiéis usuários da plataforma do passarinho azul não querem.

O Twitter ainda não entendeu que aquilo que a maioria dos usuários realmente deseja na plataforma é poder editar os tweets publicados. E para isso, até agora… nada!

 

 

 

O resumo dos principais recursos do Fleets

 

– Os Stories do Twitter aparecem como círculos logo abaixo da cabeceira da interface do aplicativo, tal e como acontece no Instagram.
– Para publicar um novo Fleet, basta clicar sobre o primeiro ícone, que é o que nos representa como usuário da plataforma.
– Você pode adicionar fotos e vídeos, personalizar este conteúdo com desenhos à mão livre ou com stickers.
– Uma vez concluído o Fleet, basta clicar no botão de enviar, e essa mensagem efêmera e temporária será adicionado ao nosso Stories, que poderá ser visto pelos nossos seguidores.
– Os Fleets duram 24 horas. Depois disso, a mensagem desaparece.

 

 

Via Kayvon Beykpour


Compartilhe