TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Por que usar uma cópia pirata do Windows é uma péssima ideia | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Por que usar uma cópia pirata do Windows é uma péssima ideia

Por que usar uma cópia pirata do Windows é uma péssima ideia

Compartilhe

Era de se imaginar que esse tipo de comportamento já estava superado, principalmente agora que a Microsoft oferece o Windows de graça em algumas situações. Mas a triste realidade é que algumas pessoas ainda insistem em instalar em seus computadores versões piratas do software.

Eu entendo. Nem todo mundo está elegível a receber o Windows 10 ou 11 de graça, e pagar uma licença pode não ser uma opção válida para algumas pessoas. Mas ainda entendo que vale a pena neste caso investir do que ter dados comprometidos, o que pode ser algo muito pior do que pagar pelo software.

Vamos mostrar neste post alguns argumentos que explicam por que instalar uma versão pirata do Windows é uma péssima ideia.

 

 

 

Se você apostou na pirataria do Windows, preste atenção

A maioria dos computadores comercializados hoje contam com um sistema operacional. Em alguns casos, o equipamento é vendido sem o software previamente instalado, com o objetivo de deixar o produto um pouco mais barato.

Fato é que o Windows exige a utilização de uma licença para funcionar em um computador, e o investimento em uma versão pirata do sistema operacional da Microsoft pode se converter em um péssimo investimento a longo prazo.

Se o seu Windows não vem de uma versão oficial, pode tirar da cabeça a ideia que vai receber atualizações de software, seja de segurança ou de funcionalidades. E tal cenário só é válido quando utilizamos o computador em modo offline.

Ter um Windows defasado significa ter um sistema operacional sujeito aos ataques de ciber criminosos, o que pode resultar em um estrago muito maior (e potencialmente mais caro) que pagar pela licença oficial de software.

Pela própria natureza não oficial do software pirata, ele é naturalmente menos seguro. E, muito provavelmente, ele já deve conter algum software malicioso previamente instalado, permitindo a espionagem dos seus dados e o roubo das credenciais de acesso do computador durante o seu uso.

Sem falar que o desempenho do computador em si acaba comprometido, pois sem as atualizações fornecidas pela Microsoft, você não vai contar com as correções que podem melhorar a performance do sistema operacional a médio e longo prazos.

Outro prejuízo do uso do software pirata é a ausência de acesso à loja oficial de aplicativos da Microsoft, e soluções de software como o Microsoft Office podem ter recursos mais limitados ou não funcionais nessa versão alternativa do software.

Ou seja… será que todos esses efeitos colaterais compensam a adoção de um Windows pirata no seu computador?

 

 

 

Conclusão

Eu sei que cada um é responsável por suas escolhas, mas neste caso, fica bem evidente que esse esforço em obter uma cópia prata do Windows não vale a pena.

Estamos na era do roubo de dados na internet, e qualquer medida que seja válida ou funcional para manter os seus dados mais protegidos é mais do que válida. É obrigatória.

Nossas informações valem muito mais do que parece, e você não pode ser irresponsável a ponto de permitir que qualquer pessoa acabe obtendo acesso às suas informações… apenas porque você não quis pagar uma licença do Windows.

Pense que você vai pagar muito a mais pela recuperação dos seus dados, e reveja os seus conceitos sobre o uso de versões piratas de sistemas operacionais.

Conselho de amigo.


Compartilhe