Compartilhe

Patinetes e bicicletas elétricas invadiram as cidades nos últimos anos, e essa invasão deve aumentar com a nova era que vem depois desses momentos turbulentos que a humanidade está passando. São veículos cada vez mais populares principalmente pela comodidade de oferece. Porém, não são tão cômodos na hora de transportá-lo de um lugar para outro.

Pois bem… e se eu disser que a solução para o futuro pode ser uma bicicleta elétrica inflável que pode ser armazenada em uma mochila? Então… pesquisadores da Universidade de Tóquio criaram o Poimo (POrtable and Infratable MObility), um protótipo de bicicleta elétrica inflável, que usa uma pequena bomba de ar para inflar e desinflar rapidamente, e que promete um transporte fácil e prático para os usuários que dependem do uso de vários tipos de transporte na sua rotina diária.

Uma vez que a estrutura está inflada, os componentes rígidos são conectados (rodas, motor, bateria e guidão). Em teoria, tudo isso cabe em uma mochila (mas tem que ser uma mochila grande, e não qualquer mochila). Seu peso total (inflada) é de 5.5 kg, onde só a estrutura inflável pesa 2.3 kg. Ou seja, não é uma das coisas mais leves que você pode carregar todos os dias nas costas. Por outro lado, os seus responsáveis podem reduzir ainda mais o peso do produto final, uma vez que esse é um protótipo.

E por ser um protótipo, não há muitos detalhes que os usuários de patinetes e bicicletas elétricas, como velocidade, autonomia de bateria e características técnicas. A ideia por trás do projeto é demonstrar a viabilidade de uma estrutura inflável para um veículo individual. Será decisão de cada pessoa se é mais cômodo usar um patinete ou bicicleta dobrável todos os dias ou adotar o processo de inflar e montar o veículo quando precisar dele.

Por outro lado, um acidente com o Poimo promete não ser algo tão grave como normalmente é com uma bicicleta ou patinete elétrico. Sua estrutura não é composta por materiais sólidos, o que pode suavizar o impacto. Porém, outros fatores precisam ser levados em consideração em um acidente com um veículo como esse, e não apenas o impacto em si.

 

 

 

Estruturas infláveis e relativamente rígidas

 

 

O corpo da Poimo é feito de poliuretano termoplástico (TPU), um material facilmente personalizável para obter as formas desejadas, e com resistência suficiente para suportar o peso dos usuários uma vez inflado.

Um bom exemplo para justificar a existência da Poimo é o sofá. O TPU é utilizado para a construção dos sofás infláveis, e é um material que suporta muito bem o peso e a densidade de um humano. Nos testes realizados com a bicicleta inflável, ele suportou 80 kg de peso, dobrando apenas alguns centímetros da sua estrutura.

A Poimo fica inflada e pronta para o transporte em apenas um minuto, e os primeiros testes com o veículo foram realizados recentemente no Japão. Por ser um protótipo, não há qualquer tipo de previsão de lançamento para o mercado, assim como preços estimados para o produto.

 

 

 

Via Gizmodo, ACM


Compartilhe