Compartilhe

A Xiaomi apresentou a sua nova proposta para fones de ouvido no formato True Wireless, o Xiaomi Mi True Air 2 SE. A empresa aposta no formato da moda, entregando um produto com opções mais avançadas como cancelamento de ruído ativa, mas mantendo uma boa experiência sem abrir mão da melhor relação custo-benefício, com destaque para a autonomia de bateria e controles por toque.

Vamos conhecer as principais características desses novos fones da Xiaomi.

 

 

 

Leves e com controle de toque

 

 

O Xiaomi Mi True Air 2 SE compartilha o design do Mi AirDots 2s e Air 2 TWS, com a barra saliente na parte externa que tanto incomoda a algumas pessoas (mas que lembra os AirPods, algo que agrada a muitas outras pessoas).

Um dos principais atrativos desse produto é o suporte de controles de toque. Tocando nessa barra, podemos controlar a reprodução, responder as chamadas ou invocar o assistente virtual, além de detectar quando o usuário retira os fones do ouvido para pausar ou retomar a reprodução se você retira ou coloca os fones no ouvido.

 

 

Também contam com dois microfones para reprodução da sua voz para o seu interlocutor e captação de ruídos externos para o cancelamento de ruído através da tecnologia beamforming (ENC) que já está presente nos fones 2S. São fones que não contam com cancelamento ativo de ruído, mas em teoria entregam um cancelamento de ruído passivo (via microfones) minimamente competente.

Cada um dos fones pesa apenas 4.7 gramas. O estojo (que também atua como elemento de recarga dos fones) pesa 48 gramas, e conta com uma porta USB Type-C para recarregar a sua bateria interna.

 

 

 

Até 20 horas de autonomia (com uma certa ajuda)

 

 

O Xiaomi Mi True Air 2 SE é mais um fone que procura se destacar pela sua autonomia de bateria, prometendo até cinco horas de reprodução de músicas de forma ininterrupta. Com o estojo de recarga, esses números podem alcançar as 20 horas de funcionamento, com uma recarga completa em 1h30. Porém, esse estojo não é compatível com a recarga sem fio.

Esse fone é barato, porém, é mais modesto nos codecs, uma vez que é compatível com o AAC (e não com o LHDC de alta definição). A conexão com o smartphone acontece via Bluetooth 5.0, com transmissão do sinal de forma simultânea para cada auricular, oferecendo assim uma conexão mais estável.

 

 

 

Xiaomi Mi True Air 2 SE: preço e disponibilidade

 

 

Por enquanto, o Xiaomi Mi True Air 2 SE foi apresentado para o mercado chinês, e os envios das primeiras unidades adquiridas acontecem a partir do dia 19 de maio. Seu preço sugerido é de apenas 22 euros. Vai ser interessante se o produto algum dia chegar a ser comercializado globalmente.

É o tipo de produto que muitos vão se interessar em comprar quando chegar nos sites de vendas internacionais mais badalados. Tem um preço competitivo, uma boa autonomia de bateria e entrega especificações técnicas justas para quem só procura ouvir as suas músicas sem maiores complicações, e não é tão exigente com o áudio em alta definição.

O Xiaomi Mi True Air 2 SE pode não servir para mim por causa do seu formato, mas não tenho dúvidas que ele será cobiçado por muita gente.

 

 

Via Mi, Fonearena


Compartilhe