PinePhone, o smartphone Linux que permite a instalação de qualquer SO | TargetHD.net TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content

PinePhone, o smartphone Linux que permite a instalação de qualquer SO

Compartilhe

Nem tudo no mundo mobile precisa ser Android ou iOS. Podemos ter um smartphone com o Linux, totalmente operacional, e como se fosse um PC em dimensões reduzidas. O telefone em destaque nesse artigo é o PinePhone, e promete oferecer ao usuário escolher o sistema operacional que quiser.

 

 

O smartphone Linux com o sistema operacional da sua escolha

 

A seguir, algumas das características principais do Pine Phone:

Processador: Allwinner A64
GPU: Mali 400 MP2
2 GB RAM LPDDR3
Tela: LCD de 5.95 polegadas (1440 x 720 pixels)
16 GB de armazenamento eMMC (expansíveis via microSD)
Câmeras de 5 MP e 2 MP (frontal e traseira)
4G LTE, WiFi 802.11 bgn, Bluetooth 4.0, GPS, A-GPS, GLONASS
Bateria: 3000 mAh

O PinePhone promete uma experiência open source única. O segredo do smartphone é criar um mercado para os usuários que querem liberdade para usar o SO que quiser, tal e como acontece com o PC. Entre as variantes do Linux disponíveis, temos a distribuição PostmarketOS, um port do LuneOS, baseado no webOS.

O projeto tem interessados. Os responsáveis pelo SailfishOS pretendem levar a sua distro para o PinePhone, e também é considerado que o modelo receba o Ubuntu Touch, já que o seu time de desenvolvimento está testando o telefone.

Não é a primeira proposta desse tipo que aparece. O Librem 5, outro smartphone Linux com GNU no seu interior, deve chegar ao mercado em um futuro a médio prazo. Esse contaria com o PureOS (derivado do Debian), mas não conta com a possibilidade de trocar o sistema operacional, tal e como acontece com o PinePhone.

Por outro lado, o dispositivo tem as suas dificuldades. Ele é um telefone de entrada, o que pode sacrificar algumas coisas do Android e do iOS para funcionar. Não é mencionado o uso de aplicativos das duas plataformas nesse smartphone, e se o PinePhone não puder utilizar esses apps, o telefone seria praticamente inútil.

O ecossistema também é um tema relevante. Android e iOS também contam com ecossistemas definidos, que podem ser aproveitados por dispositivos similares, e esse telefone pode tirar proveito disso, já que não possui acesso a esse ecossistema. Até mesmo o tema dos apps HTML5 deixa no ar a impossibilidade do projeto abraçar o ecossistema já estabelecido entre as duas plataformas.

É esperado que o primeiro protótipo do PinePhone chegue ao mercado em agosto de 2019, com preço sugerido de US$ 150. A ideia é empolgante, mas tudo indica que, se não tem um bom planejamento, vai acabar no baú das lembranças, fazendo companhia ao mítico Windows Phone.

 

 

Via LinuxAdictos


Compartilhe