Compartilhe

Oath

 

A Verizon decidiu que tanto o AOL como o Yahoo vão desaparecer como marcas. Na verdade, vão se fundir e resultar na Oath, uma empresa completamente nova.

Vale lembrar que a Verizon não está adquirindo todo o Yahoo. A parte menos conhecida (Yahoo Japan, investimentos e outros ativos) vai se chamar Altaba. E a parte mais importante vira a Oath, centrada nas mídias digitais.

Também é importante lembrar que, depois de vários vazamentos, a Verizon reduziu o valor final de compra da empresa, e ameaçou cancelar a negociação. O desconto foi de US$ 350 milhões, e ainda assim se tornarão responsáveis por possíveis consequências futuras dos hackeamentos do Yahoo.

 

 

A marca Yahoo estava muito detonada para sobreviver, e as divisões de busca, e-mail, conteúdo e notícias serão integradas ao atual time da AOL, o que dá vida à Oath, que promete ser uma das mais disruptivas no mercado digital, com previsão de chegada no verão norte-americano de 2017.

A Oath será comandada por Tim Armstrong, atual CEO da AOL. Marissa Mayer ficará de fora da empresa. Armstrong vai escolher os executivos do Yahoo que serão mantidos, e aqueles que serão demitidos. Jeff Bonforte (chefe de produto de comunicações) e Enrique Muñoz Torres (diretor de publicidade e busca) devem ficar na nova empresa.

Não sabemos se a marca Yahoo vai permanecer em algum lugar ou produto da nova empresa, mas a campanha de lançamento deve começar nas próximas semanas, revelando os detalhes da Oath e seu funcionamento.

A compra da Yahoo por parte da Verizon deve ser concluída durante a segunda metade de 2017.

 

Via Business Insider, @timarmstrongaol


Compartilhe