Um jornalista do New Yorker virou viral no Twitter por compartilhar o drama que ele está vivendo com o seu iPad, que está bloqueado por 25.536.442 minutos. Isso aconteceu depois que o seu filho de três anos estava usando o dispositivo por uma hora, digitando senhas de desbloqueio ao acaso.

Agora, Evan (o jornalista em questão) tem duas opções na vida:

 

1. esperar por 49 anos até que o iPad ofereça uma nova oportunidade de desbloqueio;
2. aplicar a solução mais conhecida para esse caso que, acredite se quiser, é mais comum do que você pode imaginar.

 

A segunda solução não exige a espera de um longo período de tempo, mas passa por simplesmente restaurar o dispositivo em seu modo de fábrica. Para isso, basta conectar o tablet no computador, ir até o iTunes e restaurar o dispositivo. Será solicitada a senha do Apple ID para concluir o processo.

Se você não tem um acesso ao PC, não tem problema. A partir do Find my iPhone em outro dispositivo, basta digitar com a sua senha para apagar todos os seus dados de forma remota.

Você não tem outro dispositivo Apple e não tem um computador com um iTunes? Na boa, se vira, pois aí você está pedindo demais da vida.

E é sempre bom lembrar que: se você vai deixar o seu iPad com uma criança, a melhor opção é deixar o dispositivo desbloqueado e com acesso a algum jogo. Não precisa passar pelo aborrecimento que é ter que restaurar um equipamento, pois por mais que o procedimento em si seja fácil de executar, ele toma tempo, e se você não fez o backup dos seus dados, você vai perder tudo e começar do zero, o que representa uma grande dor de cabeça por si.

E prevenir é sempre melhor do que remediar. É sempre bom ter cuidado em como você usa o seu caro dispositivo Apple.