O grande problema nas telas do Samsung Galaxy S10 e do Huawei P30 Pro | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O grande problema nas telas do Samsung Galaxy S10 e do Huawei P30 Pro | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | O grande problema nas telas do Samsung Galaxy S10 e do Huawei P30 Pro

O grande problema nas telas do Samsung Galaxy S10 e do Huawei P30 Pro

Compartilhe

Samsung Galaxy S10 e Huawei P30 Pro são dois dos smartphones mais cobiçados de 2019. Muito procurados pelos geeks e muito comentados nos principais blogs de tecnologia. Mas isso não significa que os dois modelos estão imunes aos problemas.

Um desses problemas é um “velho conhecido” dos usuários dos smartphones top de linha da Samsung: encontrar uma película que protege a tela curva do dispositivo. A tarefa pode ser titânica e insuportável para os seus proprietários, e o tempo mostra que a solução, que poderia ser simples, é mais complexa do que o esperado.

Sendo smartphones tão caros, é mais que normal que os seus proprietários queiram utilizar um vidro temperado, uma película em gel e um case para proteger o acabamento do dispositivo por mais tempo. Porém, em 2019, o problema da película na tela dos smartphones curvos se tornou algo ainda mais complexo.

No caso do Samsung Galaxy S10, o leitor de digitais abaixo da tela que usa tecnologia ultrassônica torna impossível que uma película de vidro funcione, mesmo que seja curvo e com um encaixe perfeito. E poucas marcas de acessórios apresentam uma solução para esse problema.

Uma delas é a Dome, cujos acessórios são vendidos pela Samsung Store lá fora. A má notícia é que o processo de instalação do acessório é mais tortuoso que o normal, onde é preciso um tratamento especial para a aplicação da película que, como não poderia deixar de ser, é mais cara que o normal.

 

 

Marcas diferentes, o mesmo problema

 

Já o Huawei P30 Pro, além de enfrentar o drama da curvatura que não aceita nenhuma película de vidro, também pesa contra o fato do produto não ser comercializado nos Estados Unidos, o que reduz a oferta de acessórios em lojas como a Amazon.

Talvez a “solução” nesse caso seria voltar ao passado e usar as películas de plástico, mesmo que para isso você acabe aplicando a película da forma errada e ficar com uma tela cheia de bolhas, sem falar que a proteção só vale contra os riscos.

Menos mal o fato das duas marcas contarem com assistência técnica especializada com um serviço confiável. E o design de smartphones evolui, mas cobra um preço para essa evolução.

 


Compartilhe