Compartilhe

Um motorista no Reino Unido foi flagrado viajando no assento do passageiro em um carro autônomo da Tesla. Algo irregular, pois impede qualquer tipo de reação por parte do motorista em caso de falhas do piloto automático do carro.

Isso resultou a suspensão da licença de Bhavesh Patel, de 39 anos. O vídeo mostra claramente que o assento do motorista estava vazio, o que mostra que o piloto automático estava ligado, com o carro Tesla S 60 a 64 quilômetros por hora.

O comportamento do motorista foi denunciado para a polícia local, que se encarregou de emitir uma advertência judicial para Patel, que foi para a corte. Lá, ele se declarou culpado por ‘condução perigosa’, e sua licença para dirigir foi suspensa por 18 meses. Além disso, ele terá que cumprir 100 horas de serviço comunitário e pagar multa de 1.800 libras.

Patel admitiu que o que ele fez foi uma ‘burrice’, mas que seu carro era capaz de fazer algo ‘assombroso’. Ele se lamentou ‘por ter tão pouca sorte como para ter sido flagrado’.

Um engenheiro da Tesla testemunhou no caso, e reforçou que o piloto automático provê uma eficaz assistência na condução, mas que precisa de um ‘motorista completamente atento’ atrás do volante.

 

 


Compartilhe