Compartilhe

A Xiaomi apresentou a sua nova tecnologia de recarga rápida sem fio Mi Charge Turbo, que tem a capacidade de fornecer até 30W de potência com o carregador sem fio. Números espetaculares que supera a maioria dos padrões do mercado. E isso é só o começo, pois a empresa testa uma versão dessa tecnologia com 40W.

 

 

Carga sem fio em alta velocidade

 

 

Tudo bem, a Vivo já apresentou o seu sistema Super FlashCharge de 120W, e a comodidade oferecida pela recarga de bateria sem fio tem uma desvantagem clara no tempo de carga, que é muito superior do que carregar o telefone com cabo.

Mesmo assim. As diferenças de momento não são importantes, pois o Xiaomi Mi Charge Turbo permite recarregar um smartphone com bateria de 4.000 mAh de 0% a 100% em apenas 69 minutos (ou apenas 25 minutos para chegar aos 50%).

Até agora, a Xiaomi usava uma arquitetura de carga direta 2:1 em seus carregadores sem fio de 20W, mas com este novo carregador eles usam uma arquitetura 4:1, que melhoria a eficiência e reduz o calor dissipado durante o processo de recarga.

 

 

Esta tecnologia também conta com suporte para carga sem fio reversa, usando o smartphone como bateria externa, dobrando a entrega de potência atual, que é de 10W. A nova tecnologia da Xiaomi também usa o Bluetooth para separar a transmissão de dados da transmissão da corrente.

No padrão Qi, ele combina a transmissão de corrente de dados, e isso parece indicar que a Xiaomi se aproxima desse padrão para impulsionar a sua solução. Algo que só a própria Xiaomi pode ou não esclarecer isso no futuro.

 

 

O primeiro dispositivo a contar com essa capacidade de recarga de bateria sem fio será o Xiaomi Mi 9 Pro 5G. A Xiaomi já anunciou que trabalha na versão de 40W dessa tecnologia.

O fabricante apresentou dois novos acessórios de carga sem fio. Primeiro, a Estação Sem Fio de Carga de 30W (com refrigeração para evitar o superaquecimento), e o segundo é o Smart Tracking Wireless Charging Pad, que chega aos 20W. Não foram revelados valores ou disponibilidade desses acessórios, nem do Mi 9 Pro 5G.

 

Via Xiaomi, 91mobiles


Compartilhe