Linux Mint 19.2 está disponível, e esta é uma sólida alternativa ao Windows

Compartilhe

O Linux Mint 19.2 está disponível em sua última versão estável, e esta é (provavelmente) a distribuição Linux mais amigável para os usuários do Windows graças ao Cinnamon, que inclui ferramentas próprias que entrega maior transparência no gerenciamento de alguns aspectos, além do suporte disponível para o Ubunto (tanto o próprio como para terceiros).

Além da inclusão da Cinnamon 4.2 (a última versão do ambiente de escritório impulsionado pelos encarregados do Linux Mint) e do MATE 1.22 e XFCE como alternativas mais leves, o principal destaque do Linux Mint 19.2 é a melhora da ferramenta gráfica que facilita a escolha do kernel a ser utilizado, permitindo a seleção entre as versões 4.15, 4.18 e 5.0.

O Linux Mint 19.2 também recebe melhorias no gerenciamento do software e no conjunto de aplicativos próprios da distribuição, as XApps, que estão pré-instaladas nas três versões. As melhorias estéticas, no desempenho e no consumo de recursos são outros detalhes que você deve considerar.

 

 

Linux Mint 19.2, uma interessante alternativa ao fim do Windows 7

 

Com um Windows 7 que entrou na reta final de sua vida, seria conveniente para os seus usuários mudar para outro sistema que ofereça um bom suporte, especialmente nas questões de segurança. Por outro lado, o foco de “system as a service” implementado pela Microsoft no Windows 10 não agradou a muitos, especialmente pelos graves problemas entregues por algumas atualizações.

Este cenário reforça o Linux Mint 19.2 como uma boa alternativa o Windows, sem falar que com o Steam Play foi aberta a possibilidade de não mais depender do sistema da Microsoft em qualquer aspecto.

Porém, mudar o sistema operacional de forma radical talvez não seja a melhor forma para começar a se familiarizar com o novo. Vale a pena ficar um tempo com o Windows e o Linux em modo dual para que a adaptação ao Linux Mint seja gradual.

Você pode fazer o download do Linux Mint 19.2 a partir do site oficial da distribuição, nas versões de 32 e 64 bits. Se o seu computador não conta com uma placa gráfica potente, especialmente se é NVIDIA ou Intel, vale apena usar as versões MATE ou XFC no lugar da Cinnamon, enquanto que os usuários de chips ATI/AMD Radeon podem tirar vantagem nesse sentido.


Compartilhe