A CES é uma das principais feiras de tecnologia do mundo, e como tal reúne a imensa maioria de fabricantes e startups. É claro que isso quer dizer concorrência para todos os participantes, e a concorrência é muito dura. E conseguir com que a imprensa fale do seu produto pode parecer algo bem difícil.

É preciso chamar a atenção com produtos muito estranhos ou com apresentações que, em alguns casos, são estrambóticas. Não faltam aqueles fabricantes que tentam fazer virais com algum tipo de teatrinho ou demonstração. Mas tem aqueles que conseguem chamar a atenção por fazer algo realmente diferente.

Por exemplo, a LG apresentou as suas telas OLED curvas com um oceano de telas espalhadas em seu stand em Las Vegas.

Há quem entenda que as telas curvas já não contam com o mesmo impacto de alguns anos. Não chegaram nas salas de casa ou nos nossos smartphones, e nos primeiros anos a LG até conseguiu mostrar bem como era eficiente na hora de dobrar uma tela.

O que a LG decidiu fazer na CES 2019 foi muito além de apenas apresentar um produto. A demonstração mostra o incrível potencial que as suas telas curvas conta, em uma exibição que deixou de boca aberta a qualquer pessoa que passou na frente do seu stand no evento.

 

 

A demonstração recebeu o nome “Massive Curve of Nature”, e contava com 250 telas curvas OLED da LG instaladas na entrada do seu stand na CES 2019. Aproveitando que as telas podem dobrar para se adaptar a todo o tipo de formatos, a LG instalou as telas como se elas fossem um ‘oceano’, que se adapta aos contornos do local.

O efeito final é simplesmente incrível. Ao reproduzir os vídeos, é como se realmente a água estivesse fluindo, ou como se você estivesse no meio do universo, entre as estrelas.

E este é um uso muito útil de um produto que é muito chamativo, mas com utilidade que ainda não estava muito clara para as pessoas. Agora, muita gente com certeza vai falar dessa tecnologia, e vai olhar para tudo isso com maior simpatia.