Compartilhe

O lançamento do PlayStation Classic decepcionou algumas pessoas. A ideia do mini console retrô com os melhores clássicos do console era a fórmula de sucesso, mas desde a seleção dos jogos (que ignora alguns dos games clássicos) até as versões incorporadas (com jogos em PAL e limitados a 50 fps), há erro flagrantes.

Mas nenhum deles afeta tanto a segurança do dispositivo. E todo mundo sabia que era uma questão de tempo para o PlayStation Classic ser hackeado. O mais surpreendente é que nem demorou tanto, e a falha de segurança é bem básica.

 

 

Já é possível hackear o PlayStation Classic

 

 

O PlayStation Classic tem um sistema protegido por uma chave criptográfica. Quando os hackers fizeram uma cópia do sistema, não podiam fazer nada com ele. Mas na prática, a chave de codificação está no próprio dispositivo, o que facilitou muito as coisas.

Com isso, hackear o PlayStation Classic foi algo relativamente simples. Vários projetos aproveitaram o hardware e o emulador do console para várias finalidades, principalmente executar jogos que não foram incluídos no console.

Quem conseguiu o feito foi o hacker Yifan Lu, que executou o primeiro Crash Bandicoot no PlayStation Classic usando um pendrive. E isso foi possível porque o sistema não verifica se o software está assinado, permitindo assim a execução de praticamente qualquer coisa.

Usando ferramentas como o BleemSync, é possível carregar os jogos clássicos do PlayStation sem maiores problemas. O emulador do sistema executa os games como se os mesmos estivessem pré-instalados. Assim, toda a biblioteca do PSOne está ao nosso dispor.

Não vamos compartilhar os links das ferramentas citadas nesse post, uma vez que as mesmas podem servir para piratear jogos e executá-los no PlayStation Classic, e não queremos que a Sony venha para cima de nós.

Mas podemos dizer que não é difícil encontrar esses softwares, e que por conta dessa facilidade está se formando uma grande comunidade ao redor do PlayStation Classic. Algo que talvez não teria acontecido com o produto tal e como chegou ao mercado.

 

 


Compartilhe