No meio da avalanche de novidades anunciadas pela Apple na WWDC, uma em específico chamou muito a atenção, e está relacionada em poder saber a localização do seu Mac perdido ou roubado, inclusive quando ele está sem conexão. Isso será possível com a ajuda dos dispositivos Apple e das pessoas que estão próximas a ele, já que tais dispositivos vão enviar a localização do computador para você.

Com o macOS Catalina, a Apple unificou os apps Findy My iPhone e Find My Friends, dando vida ao Find My, app que permite ao nosso Mac enviar pequenos sinais Bluetooth para se comunicar com outros dispositivos da Apple quando estiver em modo perdido ou bloqueado.

O Find My Device, disponível via web através do iCloud, permite a desativação, o bloqueio ou formatação remota do nosso Mac em caso de roubo ou extravio (você pode até mandar uma mensagem para a pessoa que está com o equipamento pedindo pela devolução do mesmo).

Mas um dos problemas do Find My Device é que, se a pessoa que está com o seu Mac o desliga ou desconecta o computador do WiFi ou rede de dados, é impossível localizá-lo e apagar o seu conteúdo, dificultando que possamos pelo menos proteger nossa informação.

 

 

Dispositivos Apple atuando como pequenos beacons

 

Já o Find My, presente no macOS Catalina e iOS 13, vai permitir a todos os dispositivos Apple (Mac, iPhone ou iPad) que se transformem em beacons Bluetooth para criar uma malha de dados que determina a localização do seu Mac perdido, independente do fato dele estar conectado a uma rede de dados ou WiFi.

Segundo a Apple, todos os dados serão anônimos, codificados e serão enviados automaticamente, além de ser um modo de baixo consumo, sem gasto excessivo de bateria. Nem os donos dos dispositivos que ajudarão no resgate e nem a Apple saberão da localização do dispositivo extraviado.

Além disso, a Apple está adicionando uma nova função dentro do app Find My para os Macs com chip T2, que são os de última geração com Touch ID, onde poderemos bloquear a ativação de um Mac, tal e como acontece hoje com o iPhone e iPad. Ao bloquear um Mac, ninguém vai poder formatá-lo ou voltar a usá-lo, a menos que ingressem os dados do Apple ID com o qual ele foi registrado.

Obviamente, ainda é possível desmontar um Mac e vender as peças, mas ao menos é uma medida que tenta dissuadir o roubo do notebook. Algo que acabou funcionando com o iPhone com o passar dos anos.