Facebook perdeu influência para o Google, e isso explica o ‘desespero’ da rede social | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Facebook perdeu influência para o Google, e isso explica o ‘desespero’ da rede social | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Facebook perdeu influência para o Google, e isso explica o ‘desespero’ da rede social

Facebook perdeu influência para o Google, e isso explica o ‘desespero’ da rede social

Compartilhe

Se você está com a sensação que o Facebook está cada vez mais agressivo no desejo de trazer você de volta para a plataforma, saiba que o motivo do desespero é a Google, que já ultrapassou a rede social de Zuckerbeg no uso e influência, e tal tendência parece ser difícil de ser revertida.

Hoje, o usuário já sabe que é a moeda de troca dos gigantes tecnológicos, e que os serviços oferecidos ‘gratuitamente’ são apenas ferramentas para conhecer melhor usuários, com o objetivo de direcionar a publicidade mais lucrativa para as redes sociais.

No ano passado, o Facebook dominava o setor mobile, sendo o líder no envio de visitantes para seus sites parceiros. Porém, a partir do meio de 2017, a Google iniciou uma recuperação, onde em poucos meses ultrapassou a rede social de Mark Zuckerberg no tráfego enviado para parceiros, o que torna a gigante de Mountain View mais lucrativa para os anunciantes.

 

 

Logo, o desespero do Facebook está explicado. Assim como as diversas alterações no feed de notícias, com o objetivo de cativar os usuários. Mas parece que nada disso está funcionando, já que muita gente está incomodada com a enorme quantidade de publicidade exibida, sem permitir visualizar as postagens de amigos e seguidores de forma mais rápida.

Outro grande problema que o Facebook precisa administrar é o êxodo dos produtores de conteúdo e sites de notícias da rede social, o que também diminui de forma indireta as receitas da plataforma.

Ao que tudo indica, a arriscada tática do ‘só pagando (para ter seu conteúdo visto por muita gente) saiu mais cara para o próprio Facebook do que para os usuários.

 

Via Recode


Compartilhe