TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Eventos esportivos migrando para o streaming pode ser a última pá de cal na TV por assinatura | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | TV Por Assinatura e Streaming | Eventos esportivos migrando para o streaming pode ser a última pá de cal na TV por assinatura

Eventos esportivos migrando para o streaming pode ser a última pá de cal na TV por assinatura

Compartilhe

Não sei se você percebeu isso também (e se percebeu, que bom estamos na mesma vibe), mas as plataformas de streaming estão aos poucos esvaziando os canais de esportes da TV paga. E se a regra for essa daqui para frente, posso dizer que, de uma vez por todas, este é o fim da TV por assinatura, tal e como conhecemos.

As gigantes do setor (Disney, HBO, Paramount, Amazon, Apple etc) decidiram fazer investimentos e movimentos recentes para obter direitos de transmissão de alguns eventos esportivos. E esse pode ser apenas o começo de algo que tem tudo para ser muito maior daqui a alguns anos.

Neste post, vamos mostrar como o streaming está se deslocando para os eventos esportivos ao vivo, e como essa é a maior ameaça para a sobrevivência da TV por assinatura no Brasil e no mundo.

 

 

 

A migração já começou, e qualquer um pode perceber isso

Algumas plataformas já estão deixando eventos pontuais como exclusivos em suas plataformas de streaming, deixando os canais de TV paga sem esses eventos.

Na última temporada, a ESPN fez isso algumas vezes, e irritou alguns dos seus assinantes dos canais na TV por assinatura por causa dessa decisão. Jogos exclusivos da Premiere League e da La Liga ficaram no Star+, incluindo um Barcelona vs Real Madrid. Agora, pense em como os assinantes dos canais pagos reclamaram nas redes sociais.

E todo mundo já entendeu por que a ESPN fez isso: para que os seus assinantes migrem da TV paga (onde precisa dividir os lucros com a operadora) para o Star+ (onde fica com o lucro só pra ela).

A Amazon já tem alguns jogos da Copa do Brasil. O HBO Max já ficou com o Campeonato Paulista e tem a UEFA Champions League (também com alguns jogos exclusivos), a Paramount+ vai exibir os jogos da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana (com alguns jogos de graça no Pluto TV), o Apple TV+ garantindo as próximas 10 temporadas da MLS (Majos League Soccer), o Globoplay com etapas exclusivas do WSL de surfe… e esses são só os exemplos que consigo me lembrar.

Tudo bem, eu sei que no meio do caminho plataformas como Esporte Interativo e DAZN caíram como serviço exclusivo de transmissões esportivas pela internet. Porém, agora temos um novo tempo, onde players muito mais poderosos podem se manter no mercado de forma sustentável e investindo cada vez mais em outros eventos esportivos.

 

 

 

Pode ser o fim da TV paga como conhecemos?

Se a tendência se manter, com várias gigantes do entretenimento adquirindo eventos esportivos para alimentar as suas plataformas de streaming, dá para dizer sim que a TV a cabo morre ainda mais rápido.

Sim. A TV por assinatura, tal e como conhecemos, com esse formato arcaico e ultrapassado, vai morrer, de forma inevitável. Não precisa ser um Sherlock Holmes para concluir isso, e os fatos recentes (principalmente a queda no número de assinantes no Brasil) mostram isso de forma muito clara.

Porém, uma das poucas coisas que ainda dão audiência na TV por assinatura é justamente o segmento esportivo. Se os eventos deixam de ser exibidos nos canais pagos para serem exclusivos no streaming, é fácil entender que essa audiência vai para onde o esporte está.

Serei repetitivo, pois é isso o que me resta a essa altura dos acontecimentos: ou a TV a cabo se reinventa, ou está condenada à morte. E reinvenção não é migrar a transmissão de canais para o streaming, que fique claro. É modificar o modelo de negócio de forma profunda, oferecendo vantagens e argumentos para que o assinante continue a pagar para ter canais que ele não vai assistir.

Fica a dica.


Compartilhe