Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas de Compras | Este é o pior momento para comprar um iPhone

Este é o pior momento para comprar um iPhone

Compartilhe

Se você está pensando em comprar um iPhone neste momento (agosto de 2022), tente segurar a onda.

Estamos bem longe do melhor momento para comprar um smartphone da Apple, e argumentos para sustentar essa afirmação não faltam.

E não estou considerando aqui apenas o motivo mais óbvio de todos, que é a proximidade da janela de lançamento de uma nova geração do iPhone, prevista para o próximo mês de setembro.

Alguns outros detalhes dos próprios movimentos de mercado ajudam a explicar por que você precisa ser um pouco mais paciente antes de pensar em investir algum dinheiro no iPhone 13 e uma de suas variantes (principalmente se for o iPhone 13 Pro ou Pro Max, que ainda estão com preços bem elevados).

A seguir, os principais argumentos que explicam o péssimo momento para a compra de um iPhone em agosto de 2022.

 

 

 

É melhor esperar mais um pouco…

Se a Apple seguir com o seu padrão de lançamentos (e, a essa altura do ano, tudo indica que deve manter a janela tradicional de anúncios ou, no máximo, adiar essa apresentação em um mês), o anúncio do iPhone 14 vai acontecer na primeira quinzena de setembro, junto com a chegada da versão final do iOS 16, que deve chegar aos usuários na segunda quinzena do mesmo mês.

O histórico de lançamentos da Apple reforça essa teoria, pois a empresa apresenta uma nova família de iPhones na primeira quinzena de setembro desde o iPhone 7. Para mim, fica até difícil fazer planos para o feriado de 7 de setembro, pois vários anúncios da gigante de Cupertino aconteceram nessa janela do ano.

Aconteceram algumas exceções, é verdade. O iPhone 12 e o iPhone 12 Pro chegaram ao mercado em outubro de 2020, enquanto o iPhone 12 Mini e o iPhone 12 Pro Max só ficaram disponíveis para o consumidor em novembro do mesmo ano. E o iPhone X também só foi lançado em novembro de 2017.

Porém, a regra é mesmo ter o anúncio de um novo iPhone na primeira quinzena de setembro. E se você pensa em comprar um novo telefone da Apple, vale mais a pena esperar mais algum tempo para pegar a nova versão do dispositivo.

Afinal de contas, se você chegou até aqui sem um iPhone, pode simplesmente esperar mais um pouco e valorizar o seu dinheiro com um dispositivo que, de alguma forma, estará atualizado em relação ao modelo da geração anterior (e das outras versões que já contam com algum tempo de mercado).

 

 

 

E se eu não me interesso pelo iPhone 14?

A regra é a mesma. Espere mais um pouco, pois vai valer a pena para você também.

A tendência é que a Apple acabe reduzindo os preços dos modelos das gerações anteriores do iPhone, tal e como aconteceu com o iPhone 12 no ano passado (e esse modelo tem tudo para se transformar no iPhone de entrada entre os modelos mais completos, substituindo o iPhone 11 neste sentido).

Ou seja, o iPhone 13 e suas variantes devem receber um natural corte de preço com a chegada do iPhone 14. E modelos como o iPhone 13 Mini (ou as unidades que ainda restarem no mercado) devem alcançar preços muito competitivos, o que pode interessar aos usuários que querem economizar mais dinheiro na compra de um smartphone da Apple.

Se você puder esperar para comprar um iPhone para daqui a um ou dois meses, o preço que você pode pagar pelas gerações 12 e 13 desse dispositivo podem ser muito competitivos (dentro da realidade de um produto da Apple, logicamente).

 

 

 

E se eu não posso esperar?

Se você realmente não pode esperar mais para comprar um iPhone (e eu entendo, pois cada usuário tem diferentes necessidades na vida), considere investir o seu dinheiro neste momento em um smartphone da Apple recondicionado ou seminovo.

A própria Apple oferece unidades recondicionadas do iPhone com um ano de garantia, com dispositivos que são revisados, reparados e recolocados no mercado com a sua chancela. Alguns vendedores de terceiros disponibilizam esses modelos para venda no Brasil com preços reduzidos, mas vale a pena realizar a compra com uma loja que ofereça todas as garantias para essa versão do smartphone.

Hoje, comprar um iPhone recondicionado pela Apple é um bom negócio, justamente por ser um produto menos caro e com todas as garantias de fábrica que você pode esperar de um telefone como esse.

E não deixa de ser uma forma de valorizar o seu investimento. Quem sabe mais adiante você consegue comprar um iPhone novo de fábrica. Tudo pode mudar na vida, não é mesmo?


Compartilhe