Donald Trump quer o fim da codificação ponta a ponta. O quão imbecil é isso? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Donald Trump quer o fim da codificação ponta a ponta. O quão imbecil é isso? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Donald Trump quer o fim da codificação ponta a ponta. O quão imbecil é isso?

Donald Trump quer o fim da codificação ponta a ponta. O quão imbecil é isso?

Compartilhe

Donald Trump (e sua administração, pois existe a real possibilidade dele não ter essa ideia sozinho) está considerando a proibição da codificação ponta a ponta, recurso amplamente adotado nos serviços tecnológicos para aumentar a segurança e a privacidade de usuários e empresas.

Uma reunião do alto escalão na Casa Branca com representantes de várias agências federais visa uma posição comum que leva a uma proposta de uma mudança legislativa que poderia obrigar as empresas norte-americanas (ou aquelas que trabalham no país) a eliminar esta medida de segurança.

E sabe o que é o mais engraçado de tudo isso? O argumento para tomar essa decisão…

 

 

Queremos “aumentar a segurança” contra o terrorismo e a delinquência

 

Ou seja, Trump quer voltar para a idade da pedra tecnológica. Eliminar a codificação seria para facilitar o acesso aos dispositivos eletrônicos pelas forças de segurança e agências de espionagem. Isso, e deixar os dispositivos tão abertos quanto os braços do Cristo Redentor.

A codificação é fundamental justamente para evitar o roubo de nossos dados através do hack de diversos dispositivos. E não falo só de computadores e smartphones: dispositivos de segurança, equipamentos médicos, aviões, carros e vários outros itens.

Em resumo…

 

 

Debilitar a segurança para promover a segurança simplesmente não faz qualquer sentido!

 

A codificação ponta a ponta é uma característica fundamental da privacidade, e qualquer lei contrária a isso poderia inclusive afetar seriamente a tão proclamada segurança nacional, pois deixaria uma série de dispositivos a qualquer tipo de ataques bem sérios.

Algumas divisões dentro das agências federais e a Agência de Segurança de Infraestrutura e Cibersegurança que são contra ao fim da codificação de dados confidenciais, especialmente nas operações da infraestrutura crítica.

Ataques globais como o do WannaCry, cuja responsabilidade primária foi dos exploits preparados pela agência NSA para espionagem em massa, mostrou como esse assunto é dinâmico. Sem falar na óbvia perda do direito à privacidade do internauta e do cidadão norte-americano. Ou o absurdo que seria obrigar as empresas de tecnologia, provedores de serviços e ISPs a entregar todo o conteúdo dos usuários em tempo (quase) real.

As forças de segurança devem contar com ferramentas para prevenir os ataques terroristas e a delinquência, sem falar no imprescindível controle judicial. A eliminação da codificação ponta a ponta está bem longe de ser a solução. Pelo contrário: vai ser a forma para impulsionar a agenda do Big Brother, tal e como criticam as organizações pró-privacidade.

Um disparate por parte de Trump, que esperamos que não se concretize. Se bem que podemos esperar qualquer aberração vindo da mente de Donald Trump.


Compartilhe