Compartilhe

Com o fim do suporte ao Windows 7, muitos usuários precisam tomar uma decisão para se manterem minimamente protegidos em um mundo conectado. Ainda é possível atualizar para o Windows 10 de graça, mas se você se recusa a isso, também existe a opção de tentar a sorte com o Linux.

Distribuições existem de sobra, e mesmo que a experiência de uso não seja a mesma do Windows 7, isso não significa que ela é pior. É só você se adaptar. Algumas distros Linux deixam o processo um pouco mais simples, e são elas que vamos recomendar nesse post.

 

 

Linux Mint

Talvez a distribuição mais conhecida e amigável depois do Ubunt, e a mais cômoda de usar para quem vendo o Windows 7, além de consumir menos recursos. Com o Linux Mint e o desktop Cinnamon, o ambiente de trabalho será relativamente familiar, contando com a maioria das ferramentas mais básicas e necessárias para as principais atividades no computador.

Basta ter em mente que com esta ou qualquer outra distribuição Linux, você terá que se adaptar com ausência de alguns softwares, especialmente o Microsoft Office, e apesar de existir outras alternativas como o LibreOffice já instaladas, não será a mesma coisa.

Donwnload | Linux Mint

 

 

Ubuntu Mate

O Ubuntu pode ser uma ótima alternativa para quem quer começar no Linux, mas o seu modo “padrão” utiliza o GNOME como ambiente de desktop, que consome muitos recursos e é bem diferente do Windows 7.

Já o Ubuntu Mate se parece mais com o Linux Mint, e consome menos recursos que o GNOME, com uma disposição de janelas mais parecida com o Windows, mas sem as limitações em função das inúmeras opções disponíveis.

Download | Ubuntu Mate

 

 

Elementary OS

Aqui, você tem um ambiente de desktop mais parecido com o macOS, mas o choque não é realmente forte pela simplicidade da interface e a facilidade que é aprender a usar essa área de trabalho.

Seu consumo de recursos é reduzido, e sua central de software vem cheia de aplicativos interessantes que podem atender as suas necessidades. Sua curva de aprendizagem é maior, mas se sua interface conseguir chamar a sua atenção, vale a pena dar uma chance. Lembrando que o preço sugerido pela distribuição é apenas uma sugestão; você pode pagar o que quiser pelo Elementary OS. Inclusive não pagar nada.

Download | Elementary OS

 

 

Zorin OS

Um dos principais objetivos dessa distribuição é oferecer um sistema que cause a menor quantidade de atrito para alguém que não quer algo muito diferente do Windows. Sua última versão entrega como principal novidade uma grande interação com o Android.

Seus requisitos de hardware são muito baixos (2 GB RAM, processador dual-core de 1 GHz como recomendados, 512 GB de RAM, 8 GB de armazenamento e processador single-core de 700 MHz recomendados na versão Lite).

Sua versão mais completa é a Ultimate, mas ela é paga. A versão básica, com tudo o que é necessário e a interface parecida com a Windows 7 é a Zorin OS Core, e a versão para computadores com recursos muito limitados é a Zorin OS Lite.

Download | Zorin OS

 

 

Outras opções

Os usuários mais aventureiros ou experientes podem tentar outras distribuições Linux igualmente amigáveis, como  ManjaroKDE Neon e Fedora. Mas com tantas opções, é impossível recomendar todas as que são consideradas as mais adequadas. Por isso, indicamos as mais robustas e indicadas para quem está saindo do Windows 7 nesse momento.


Compartilhe